Disco de violinista americana e pianista brasileira prima por fluidez
Em 2015, a violinista norte-americana Francesca Anderegg procurava um pianista local para acompanhá-la nos concertos que faria no Brasil.Acabou encontrando Erika Ribeiro, com quem mal teve tempo de realizar alguns ensaios. Apesar disso, a afinidade musical foi imediata e as apresentações pontuais se tornaram um projeto de longo prazo. Tocaram juntas também em Nova York e resolveram gravar um disco com música brasileira. Três anos depois, o resultado é o recém-lançado "Images of Brazil".

São sete os compositores abordados, todos atuantes nos séculos 20 e 21. A peça mais antiga é a instigante "O Martírio dos Insetos" (1925), de Villa-Lobos. Em três movimentos -"A Cigarra no Inverno", "O Vaga-Lume na Caridade" e "A Mariposa na Luz"-, ele mimetiza os fluxos desses insetos ao violino, numa escrita de grande virtuosidade (destaque-se aqui a interpretação impecável de Anderegg).

Também está presente a "Sonata para Violino n.4", de Camargo Guarnieri. É a obra mais conhecida do disco, que de resto traz algumas joias quase ignoradas do repertório brasileiro: "Três Peças para Violino e Piano", de Guerra-Peixe; "Meloritmias n.4", de Ernani Aguiar; "Flor da Noite", de Radamés Gnattali; "Águas Claras", de Villani-Côrtes; e "Três Canções", de Léa Freire.

Estritamente, não se pode dizer que se trata de um repertório "erudito". A seleção de obras e compositores aponta para uma concepção aberta, que privilegia a coesão musical em detrimento de rótulos tradicionais. O que vai ao encontro a uma tendência de flexibilizar fronteiras e integrar a música de concerto a outros gêneros, contribuindo para sua difusão e desmistificação.

Da mesma forma que o repertório, as jovens musicistas revelam-se flexíveis, colocando sua musicalidade e preparo técnico em prol de cada interpretação. Mostram-se à vontade o tempo todo, ao mesmo em que primam pelo acabamento das peças.

É o primeiro disco de Erika Ribeiro e o segundo de Francesca Anderegg. Formada por Harvard e pela Juilliard School, a violinista tem carreira internacional e é professora no St. Olaf College. Já Erika é parte de uma excelente geração de novos pianistas brasileiros cuja tradição remonta a nomes como Magdalena Tagliaferro, Guiomar Novais e Antonieta Rudge, ainda nas primeiras décadas do século 20.

O título "Images of Brazil" não é só metafórico: cada peça é acompanhada de uma imagem da fotógrafa brasileira Aline Muller, o que, segundo as artistas, foi um ponto de partida para trabalhar a interpretação de cada peça. Imagens e música estabelecem um interessante diálogo, enriquecendo um projeto já impecável por suas qualidades musicais. Com informações da Folhapress.

IMAGES OF BRAZIL

Avaliação ótimo

Gravadora Lançamento Naxos

Artista Francesca Anderegg (violino), Erika Ribeiro (piano)