Rondônia
Energisa encerra serviço de religação de urgência, após cortada, energia só volta em 24 horas

Por Kanitar Oberst
Publicado 13/07/2019
A A

A Energisa empresa que comprou a Eletrobrás/Ceron encerrou neste mês de junho o serviço de religação de urgência, que oportunizava a seus clientes pedir o religamento do fornecimento de energia em até 4 horas, mediante quitação dos débitos.

A partir de agora, quem chegar em casa e estiver com energia cortada, mesmo fazendo pagamento via internet, na lotérica ou terminal bancário terá sua energia religada somente em 24 horas, e ainda pagará uma taxa de cerca de R$ 11,00.

A empresa alega alto custo para manter a religação de emergência, no entanto, a Energisa cobrava cerca de R$ 54,00 pelo serviço, que segundo a empresa é tabelado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Em 2017, o então presidente da Assembleia Legislativa, Mauro de Carvalho, fez um decreto alterando a Constituição do Estado, proibindo que as concessionárias cobrassem por religação de energia. No entanto, no artigo 1º, em paragrafo único, a lei dizia que a proibição deixaria de valer, se o cliente pedisse a religação.

Ou seja, a concessionária religaria o serviço de qualquer maneira em 24 horas, mas se o cliente ligasse para 0800 da central de atendimento, confirmando pagamento e fizesse o pedido de religamento, a taxa seria cobrada.

ALTO CUSTO DA ENERGIA

Com os constantes aumentos nas tarifas de energia em Rondônia, e sem a religação de urgência, os casos de famílias que passarão a noite ou mais de 24 horas sem energia em suas casas tende a aumentar.

É plausível que a concessionária tenha extinto o serviço para tentar reduzir a inadimplência e aumentar a liquidez em caixa, no entanto, poderá causar grandes transtornos na população mais carente.

O procedimento mais barato que se deve tomar, quando a energia for cortada, é pagar a conta e ligar para a central apenas para comunicar o pagamento, mas não pedir o religamento, já que pedindo ou não, a energia só voltará em 24 horas.

A diferença é que ao pedir o religamento, será cobrada uma taxa, tendo certa paciência o usuário terá um gasto a menos. Por resolução da ANEEL, após a identificação do pagamento, todo cliente tem direito ao religamento em até 24 horas.

ATENÇÃO

A Energisa avisa em seu site na internet, que feriados e fins de semana os prazos não contam para o religamento em 24 horas. Se caso a energia seja desligada numa quinta-feira, e sexta-feira for feriado, a energia só será religada na segunda-feira. É bom usuário manter as contas em dia.

Fonte: Vilhena Notícias

24 Horas   Energisa   Religamento   Emergência   Corte  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.