Geral
Bolsonaro faz live com Valdemiro e repudia perseguição a cristãos em países islâmicos
Santiago, autointitulado apóstolo, foi acompanhado do deputado federal José Olímpio (DEM-SP) e presenteou Bolsonaro com um chapéu de vaqueiro.

Por Gospel Mais
Publicado 12/07/2019
A A
Foto: Reprodução/Facebook

O líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, Valdemiro Santiago, visitou o presidente Jair Bolsonaro (PSL) nesta sexta-feira, 12 de julho, no Palácio do Planalto. Durante o encontro, o mandatário realizou uma live em suas redes sociais e falou sobre a perseguição religiosa a cristãos em países muçulmanos e defendeu a liberdade de imprensa no Brasil.

Santiago, autointitulado apóstolo, foi acompanhado do deputado federal José Olímpio (DEM-SP) e presenteou Bolsonaro com um chapéu de vaqueiro de sua grife particular, e falou sobre o desejo de ver o Brasil “avançando” ao máximo de seu potencial sob a administração atual.

Em outro trecho, Bolsonaro comentou sobre a postura da imprensa em relação a seu governo e afirmou que realiza uma “leitura dinâmica” dos jornais, para evitar ficar mal-humorado, e citou uma manchete do jornal O Globo como exemplo.

“Pra vocês verem como a mídia leva para um lado ou para outro, conduz como é que eles querem que o povo pense. […] ‘Brasil vota com islâmicos sobre direitos sexuais’. Olha a manchete aqui. Poderia inverter a matéria, não é? ‘Islâmicos votam com o Brasil, ou com Bolsonaro, nas questões sexuais”, afirmou, sugerindo que houve uma tentativa de polemizar, já que a cultura islâmica é amplamente mais restritiva nessa área.

Em seguida, Bolsonaro mencionou questões relacionadas à liberdade religiosa e teceu críticas ao tratamento dado às mulheres nos países islâmicos, mas ponderou que há um ponto de convergência com muçulmanos em relação ao tema sexo.

“Eles têm sua religião lá, tá certo? Eu aceito qualquer religião aqui desde que no país deles aceitem a nossa também. Esse negócio de exterminar cristão por aí não conta com nosso apoio, obviamente. Agora, quando fala de ideologia de gênero, o pessoal dessa religião pensa da mesma maneira que nós”, comentou o presidente.

Frisando que o ponto de convergência envolve “a questão de ideologia de gênero”, Bolsonaro reiterou o respeito pelas mulheres: “A mulher, nós sabemos que em alguns países do norte da África [com maioria de muçulmanos] é um ser que está ali para proporcionar prazer para o homem e não tem direito nenhum”, afirmou, pontuando uma diferença de pensamento com a cultura islâmica.

Valdemiro Santiago comentou, em tom de brincadeira, que desde a eleição de Bolsonaro ele tem “apanhado menos” da imprensa: “Para fazer o que o senhor fez, deixar sua liberdade e colocar sua vida para apanhar todos os dias… eu reclamava que eu apanhava demais, aí mostrei para minha esposa: depois que Bolsonaro virou presidente, agora eu vi que não apanhava”, disse o líder da Igreja Mundial.

“A gente trabalha pela liberdade de imprensa. Não vai ter nenhum decreto meu regulamentando o Marco Civil da Internet. Acho até que tem coisa errada lá, para tirar a possibilidade de alguém que pense diferente de mim, bem diferente, queira censurar a mídia a partir de 2023”, disse Bolsonaro, referindo-se ao fim de seu mandato e a possibilidade de ser substituído por um opositor.

Direitos Humanos na ONU

“Nós podemos pleitear uma cadeira no Conselho de Direitos Humanos da ONU, e você tem que apresentar sua plataforma. Igual um plano de governo. O pessoal lê e vê se está de acordo. Ou vota em mim, ou não vota”.

“Ontem apresentamos [o documento com] defesa dos valores familiares, abortar ideologia de gênero. […] Quando fala em família, interessa a todas as religiões. Você tem uma esposa, um, dois ou três filhos, você quer que seu filho seja melhor que você”.

Confira a íntegra da transmissão ao vivo feita pelo presidente Bolsonaro ao lado de Valdemiro Santiago e José Olímpio:

 

 

Fonte: Gospel Mais

Cristãos   Santiago   Valdemiro   bolsonaro   José Olímpio   live  

Mais em Geral

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.