Cidades
Produção de cacau clonal já é realidade em Alto Alegre dos Parecis
“O Cacau vem de encontro ao anseio de mais uma cultura para os municípios da Zona da Mata”

Por Mário Jensen
Publicado 12/06/2019
Atualizado 12/06/2019
A A
Fotos: Rolim Notícias/Claudemir Cardoso e esposa

No ano de 2016 foi apresentada proposta de plantio de mudas de cacau geneticamente modificadas para os agricultores do município de Alto Alegre dos Parecis. Cerca de 13 mil mudas de forma seminal foram enxertadas com broto basal, vindos da Bahia, com o intuito do aumento da produtividade, tolerância a doenças e pragas, entre outros fatores e posteriormente fornecidas aos produtores.

Hoje a produção já é realidade, na propriedade do Senhor Claudemir Cardoso, localizado no município de Alto Alegre dos Parecis (RO), linha P-34 km 01. Ele tem, produzindo, aproximadamente mil pés de cacau clonal.

De acordo com o agricultor, Claudemir, ele cultivava o café comum em sua propriedade, mas chegou num ponto que não estava compensando trabalhar somente com café, foi quando surgiu a ideia de cultivar o cacau clonal e como já aconteceu com o café, agora chegou à vez do cacau clonal.

Na propriedade do agricultor Claudemir, a produção é diversificada, ele cultiva café, trabalha com produção de leite e para aumentar a renda da família investiu no cultivo do cacau.

O agricultor ressalta que para uma boa produção do cacau, o segredo está na hora de selecionar as hastes para enxerto. Devem ser procedentes de matrizes de cacau com elevada produção de frutos, possibilitando ao agricultor um maior lucro com a produção.

O Cacau é mais uma fonte econômica no município de Alto Alegre. Muitos agricultores do município de Rolim de Moura, pretendem investir também no cacau, e segundo Claudemir, vale a pena a aquisição. 

A agricultura familiar predomina em Alto Alegre. O agricultor Zico Sapateiro tem oito hectares de terras e conta com orgulho sobre sua lavoura de cacau clonal.

Zico conta que cultiva um pouco de café, pimenta do reino e agora o cacau clonal. “Não podemos ficar na mesmice, temos que diversificar, o mercado oscila muito, por isso temos que cultivar um pouco de cada coisa”.  Através da   Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC), foi possível adquirir os primeiros clones de cacau, aproximadamente oitocentos clones foram repassados para os produtores, para dar início na lavoura. 

"Minha lavoura tem apenas dois anos, tem quase 600 pés de cacau produzindo, esse ano será minha primeira colheita", destaca Zico.

O Secretário Municipal de Agricultura de Rolim de Moura, Dionísio Pereira “Goiaba”, quando era Secretário de Agricultura no município de Alto Alegre, foi uns do que incentivou, apostou no cultivo do cacau. Dionísio ressalta que em Alto Alegre dos Parecis, estão as primeiras lavouras de cacau clonal, a lavoura de Claudemir e Zico, sãos as primeiras a produzir na região da zona da mata.

Para os produtores de Rolim de Moura foram distribuídas mais de 10 mil mudas de cacau. "O cacau vem de encontro ao anseio por  mais uma cultura rentável para o município, valorizando diretamente os produtores, como fonte de geração de renda, tanto das famílias como para o desenvolvimento da cidade, uma vez que o município é mantido basicamente da produção agrícola", finaliza, Dionísio Pereira.

 

Foto: Rolim Notícias/Agricultor Zico Sapateiro
Foto: Rolim Notícias/Secretário Agricultura, Dionísio Pereira
Foto: Rolim Notícias
Foto: Rolim Notícias
Foto: Rolim Notícias
Foto: Rolim Noticias
Foto: Rolim Noticias
Foto: Rolim Noticias
Foto: Rolim Noticias
Foto: Rolim Noticias

Fonte: Rolim Notícias

Agronegócio   Cacau Clonal   PRODUTOR   Agricultor   Alto Alegre dos Parecis  

Mais em Cidades

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.