Cidades
Ministério Público de Rondônia quer evitar proliferação de pombos e andorinhas em Vilhena
Prefeitura afirma que contenção de pombos já está em execução no município.

Por Mário Jensen
Publicado 11/06/2019
Atualizado 11/06/2019
A A
Foto: Reprodução

Em Vilhena, o Ministério Público de Rondônia (MP-RO), quer evitar proliferação de pombos e andorinhas, e para acompanhar e fiscalizar, instaurou inquérito civil público com medidas que evitem a proliferação na região do Cone Sul. O órgão justifica que esses animais são nocivos ao ser humano e podem causar problemas de saúde pública.

De acordo com o MP-RO, o inquérito foi instaurado após reclamação sobre a proliferação de pombos e andorinhas na cidade. 

O órgão ressalta que algumas medidas para controle das aves já foram adotadas pelo município, como por exemplo, o uso de gaviões treinados que afugentam e capturam pombos em escolas e postos de saúde.

Porém, o MP-RO considera imprescindível a adoção de uma política municipal de prevenção à proliferação dessas aves. A prefeitura afirma que o projeto acerca da contenção de pombos utilizando os gaviões continua em desenvolvimento no município e tem mostrado resultados eficientes.

Sobre as andorinhas, a prefeitura informou que aguarda a autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para começar as atividades de contenção.

Fonte: Rolim Notícias com informações do G1 RO

Proliferação   Ministério Público   Pombos   andorinhas   Vilhena  

Mais em Cidades

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.