Polícia
Atualização: Perícia acha quatro perfurações de bala em corpo encontrado na zona rural de Vilhena; vítima teria pressentido a morte
Motorista de aplicativo viu homem de capacete “desovando” o cadáver

Por Folha do Sul Online
Publicado 15/07/2021
Atualizado 15/07/2021
A A
Foto: Reprodução/Folha do Sul Online

O homem desaparecido desde a terça-feira, 13, em Vilhena, e cujo corpo foi encontrado hoje dentro do rio Pires de Sá, na zona rural de Vilhena, havia sido assassinado antes de ser “desovado” no local (ENTENDA AQUI).

Análises preliminares da Polícia Técnica revelam que o corpo de [O. C. V.], de 39 anos, trabalhador de uma fazenda próxima, apresentava quatro perfurações de bala, sendo três no rosto e uma na região do peito.

Os indícios apontam que a vítima teria sido executada na cidade, e após o crime, seu corpo, envolto num tapete, foi levado para a ponte, de onde foi jogado no rio, junto com a moto que pilotava e que caiu por cima dele na água.

Informações obtidas pelo site revelam que [O. C.] teria revelado a uma pessoa próxima: “eu vou morrer”. O trabalhador, no entanto, não revelou supostas ameaças que estaria sofrendo.

A única testemunha do descarte do cadáver no local onde ele foi encontrado é um motorista de aplicativo, que viu um homem moreno e alto, jogando terra sobre a ponte, onde foram encontradas marcas de sangue da vítima.

Os indícios apontam que o suspeito, que estava usando capacete ao ser flagrado tentando apagar as marcas do assassinato, teria levado a vítima à ponte usando a própria moto dela.

O site segue buscando novas informações que possam levar ao autor do crime e, consequentemente, ao desfecho do caso.

Fonte: Folha do Sul Online

ASSASSINATO   Vilhena   Zona Rural   Polícia Técnica   CORPO   Homem Desaparecido  

Mais em Polícia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.