Polícia
OPERAÇÃO: Polícia Civil desarticula quadrilha acusada de sequestros e roubo
As prisões preventivas aconteceram devido um roubo no mês de fevereiro deste ano na zona rural do município de Candeias do Jamari

Por Rondoniaovivo
Publicado 06/07/2021
A A
Foto: Reprodução/Rondonia Vip

A Polícia Civil de Rondônia, através da Delegacia de Candeias do Jamari e Especializada em Repressão à Furtos e Roubos de Veículos Automotores, sob o comando dos delegados Alessandro Morey e Rogério Alessandro deram cumprimento a quatro mandados de prisão preventiva em desfavor de um grupo criminoso especializado em roubos a propriedades rurais e caminhonetes e outros veículos.

O grupo era comandado pelo acusado já preso pelos policiais e na data de hoje foi cumprido mais um mandado de prisão preventiva em desfavor de [V. N. S.], vulgo "Estranho", apontando como líder de facção criminosa, bem como também foram presos preventivamente [M. N. S.][E. P. B.], vulgo "Dudú" e [F. S. S.] conhecido como "Bil".

As investigações apontam os acusados como sendo autores de vários outros roubos de veículos, sempre agindo com violência extrema exercida através de uso de armas de fogo e ameaças, agredindo as vítimas e mantendo-as em cárcere privado.

As prisões preventivas aconteceram devido um roubo no mês de fevereiro deste ano na zona rural do município de Candeias do Jamari.

As vítimas foram surpreendidas pelos acusados armados durante a noite e ficaram reféns enquanto tiveram roubados um veículo Fiat Strada, motor de popa Yamaha, televisores, caixa de som amplificada, jóias, roupas, aparelhos celulares e outros objetos.

O veículo seria atravessado para a Bolívia em troca de drogas. Os delegados esclarecem que a operação de realizada hoje teve o objetivo de desarticular uma quadrilha que vinha amedrontando a zona rural do município de Candeias do Jamari.

Fonte: Rondoniaovivo

PRISÃO   Polícia Civil   Operação  

Mais em Polícia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.