Polícia
Mistério: Polícia investiga caso de mulher grávida morta sem o bebê no ventre
Ela foi encontrada morta em um córrego da linha férrea, em Deodoro, zona norte, em setembro de 2020. Perito suspeita de sequestro

Por Repórter MT
Publicado 05/07/2021
Atualizado 05/07/2021
A A
Foto: Reprodução/Repórter MT

A polícia do Rio investiga o caso de uma mulher grávida de oito meses que foi assassinada e estava sem o bebê no ventre. Ela foi encontrada morta em um córrego da linha férrea, em Deodoro, zona norte, em setembro de 2020.

De acordo com o Jornal Extra, laudo cadavérico da manicure [T. C. dos S.], de 23 anos, no corpo da jovem não foi encontrou vestígios de placenta, ou cortes na barriga, que pudessem indicar a retirada do feto por ato cirúrgico. Mas o documento atesta que a jovem deu à luz.

O laudo do Instituto Médico Legal, no entanto, não indica se isso ocorreu quando [T. C.] ainda estava viva ou já depois de ter sido assassinada. Perito legista ouvido pela reportagem, Nelson Massini, suspeita que o bebê tenha sido sequestrado. “O mais próximo do possível é que o feto foi levado e tenha nascido vivo”, afirmou.

Separada do pai de seu casal de filhos, [T. C.] esperava mais uma menina, com previsão de nascimento para outubro de 2020, fruto de um relacionamento com um homem casado. O caso era investigado pela Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), mas foi transferido para Delegacia de Homicídios da Capital (DHC).

Fonte: Repórter MT

Mistério   Mulher Grávida   Homcídio   encontrada morta   JOVEM  

Mais em Polícia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.