Polícia
Namorado da garota de 22 anos que matou rapaz de 19 com tiro no peito é acusado de balear dois no mês passado
Polícia Militar encontrou drogas na casa onde aconteceu o crime

Por Folha do Sul Online
Publicado 04/06/2021
Atualizado 04/06/2021
A A
Foto: Reprodução/Folha do Sul Online

Na residência localizada no bairro Alto Alegre, em Vilhena, onde o apenado do regime semiaberto identificado pelas iniciais [T. H. da S. S.], de 19 anos foi morto ontem com um tiro no peito, desferido a queima roupa por uma jovem de 22 anos, a Polícia Militar encontrou quase 1 kg de drogas do tipo crack e maconha, que segundo testemunhas, eram comercializados pelos moradores do local.

Após os trabalhos de praxe diante da cena do homicídio, onde uma jovem de iniciais [A. K. A.] se apossou de uma arma de fogo de propriedade de um amigo de [T. H.] e levou contra o peito dele, puxando o gatilho por duas vezes, tendo apenas o segundo tiro disparado, os policiais realizaram uma busca pelo imóvel, ao serem informados que, no momento do crime, álcool e drogas eram consumidos no local e encontraram o entorpecente na cozinha da residência.

Em continuidade às buscas, foi localizada, enterrada no quintal, uma sacola plástica contendo cinco pedaços e dois invólucros grandes de Crack, pesando aproximadamente 660 gramas, junto uma balança precisão.

Segundo o namorado da jovem, [F. D. G.], de 18 anos, que morava com ela no imóvel juntamente com a vítima, toda a droga encontrada era de sua propriedade, porém, ele não quis informar onde havia adquirido, assim como se negou a fornecer a identidade e o endereço do suposto amigo de Thallyson, que havia chegado ao local em posse da arma usada no crime, com a qual fugiu segundos depois da tragédia.

Diante dos fatos o casal de namorados recebeu voz de prisão, sendo a jovem por homicídio doloso e o rapaz por tráfico de drogas. Ambos foram apresentados na Delegacia da Polícia Civil para o registro do caso.

Ainda segundo o registro da ocorrência, F. foi acusado por um dos jovens baleados na tarde do último dia do mês de maio, como sendo o autor dos disparos que feriu ele e um amigo no mesmo bairro.

Fonte: Folha do Sul Online

PRISÃO   Regime Semiaberto   Polícia Militar   queima roupa   Tiros   Homicídio  

Mais em Polícia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.