Polícia
Durante bebedeira, garota dispara tiro contra rapaz de 19 anos, que morre na hora; vítima cumpria pena no regime semiaberto
Autora do crime e dono da arma aguardaram a chegada da polícia

Por Folha do Sul Online
Publicado 04/06/2021
Atualizado 04/06/2021
A A
Foto: Folha do Sul Online

Um apenado monitorado por tornozeleita eletrônica, identificado pelas iniciais [T. H. da S. S.], de 19 anos acaba de ser assassinado com um tiro a queima-roupa, em uma casa localizada na rua Sebastião Batista, no bairro Alto Alegre, em Vilhena.

As primeiras informações levantadas no local pela reportagem dão conta de que, no imóvel, ocorria uma fraternização de amigos regada a bebidas alcoólicas e que havia uma arma de fogo sobre uma mesa.

Em determinado momento, uma garota teria se apossado da arma, apontado para [T. H.] e puxado o gatilho, no entanto, o primeiro tiro não saiu, tendo a jovem apertado o gatilho mais uma vez.

Atingido no peito, [T. H.] morreu no local e um dos participantes da confraternização se apossou da arma e fugiu, porém, a autora do crime e o proprietário do revólver ficaram e aguardaram a chegada da Polícia Militar.

Até o momento, a reportagem não teve acesso as informações sobre o que teria levado a mulher a atirar em [T. H.] e nem qual era sua relação com ele.

O jovem assassinado é filho de um casal que se encontra preso, sendo pai dele o conhecido “Espicha”, que é “famoso” no mundo do crime por ter envolvimento em casos de grande relevância ocorridos no município.

Fonte: Folha do Sul Online

Tiros   Tornozeleita Eletrônica   APENADO   Polícia Militar   Vilhena   Bebedeira  

Mais em Polícia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.