Geral
Brasil cria 120,9 mil vagas de emprego com carteira assinada em abril
Resultado é 0,3% maior do que o registrado em março

Por Lucas Pordeus León
Publicado 03/06/2021
A A
Foto: © Marcello Casal/Agência Brasil

O Brasil criou no mês de abril 120.935 novos postos de trabalho com carteira assinada. Um aumento de 0,3% em relação ao total de empregos de março.

E o total de novas vagas criadas em abril foi 31% menor que o total criado em março, quando foram registrados mais de 177 mil novos postos de trabalho formal, segundo o Caged, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados divulgado nesta quarta-feira (26).

O ministro da Economia, Paulo Guedes, acredita que a redução na criação de novos empregos, em abril, reflete o impacto da segunda onda da pandemia no mês passado.

“Nós criamos 1 milhão de empregos nos últimos 4 meses de 2020 e já estamos nos aproximando de mais 1 milhão de novo nos primeiros quatro meses do ano. O ritmo de criação de emprego continua, apesar do impacto em abril, quando as mortes atingiram o pico da segunda onda”, diz.

No acumulado do ano, de janeiro a abril, foram criadas mais de 957 mil novas vagas de emprego. Com isso, o país registra mais de 40,32 milhõesempregos com carteira assinada, número ainda inferior ao registrado em abril de 2015.

Em abril deste ano, todas as atividades econômicas apresentaram crescimento no saldo total de empregos, com o setor de Serviços criando mais vagas em números absolutos, 57 mil a mais que em março. Porém, em termos relativos, a Construção Civil apresentou os melhores números, com um crescimento de 0,93% em abril se comparado com março deste ano.

Entre as unidades da federação, apenas o Amapá, na região Norte, e Alagoas, Sergipe e Rio Grande do Norte, no Nordeste, apresentaram queda no total de empregos formais.

A região Centro-Oeste apresentou o maior crescimento relativo no saldo de empregos com carteira assinada, cerca de 0,6% a mais que em março. Goiás e Mato Grosso do Sul lideraram o crescimento na criação de novos empregos em relação ao mês anterior.

Já o salário médio do trabalhador, no momento da contratação em abril, foi de R$1.855. Valor 2,5% maior que em março, mas ainda cerca de 5% inferior ao valor médio dos salários registrado em abril de 2020, que foi de R$1.952, no momento da contratação.

Fonte: Agência Brasil

Mais em Geral

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.