Polícia
Jovem de 19 anos é presa suspeita de dopar, esquartejar e jogar corpo de homem em bueiro
Suspeita, ainda, enrolou o corpo da vítima em um cobertor, colocou em um carrinho e carbonizou parcialmente o cadáver

Por G1 DF
Publicado 27/05/2021
Atualizado 27/05/2021
A A
Foto: Reprodução/Vídeo

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, nesta quinta-feira (27), uma jovem de 19 anos suspeita de dopar, esquartejar e queimar o corpo de um homem identificado pelas iniciais [K. L. C.], de 44 anos. A vítima foi encontrada dentro de um bueiro no Parque Gatumé, em Samambaia, no dia 19 de maio.

A prisão da suspeita ocorreu na segunda fase da operação Nefasto, que investiga o caso. Segundo a Polícia Civil, a mulher detida, que não teve o nome divulgado, é "a principal executora do homicídio".

"A mulher dopou a vítima com tranquilizante, ligou o som alto da residência para os vizinhos não ouvirem a execução do crime e passou a desferir inúmeros golpes de facão contra a vítima, até causar-lhe a morte", disse a polícia.

O marido da jovem já havia sido preso por participação no assassinato. A polícia afirma que o homem teve um desentendimento doméstico, que não foi especificado, e que a vítima foi esquartejado. O casal foi autuado por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e fraude processual.

Ação dos suspeitos

Um vídeo divulgado pela Polícia Civil mostra a ação dos suspeitos. Nas imagens é possível ver que um casal empurra um carrinho. Segundo a investigação, a jovem e o companheiros enrolaram a vítima em um cobertor e jogaram o cadáver em um poço no parque em Samambaia.

Após o crime, ainda de acordo com a polícia, o casal adulterou o local do crime e foi para um hotel na região "comemorar a execução do crime".

Corpo em bueiro

O corpo da vítima [K. L. C.] foi encontrado dentro do bueiro no dia 19 de maio, na QR 427 de Samambaia. À época, o Corpo de Bombeiros informou que a vítima apresentava lesões na cabeça e nos braços.

De acordo com o delegado Rodrigo Carbone, da 26ª Delegacia de Polícia, na casa foram encontradas diversas manchas de sangue. "O autor narra a execução com frieza assustadora e diz que utilizou um facão para esquartejar a vítima", afirma.

Durante a operação, os policiais apreenderam a faca usada no crime e o carrinho que serviu para levar o corpo até o bueiro.

Fonte: G1 DF

Homicídio   DISTRITO FEDERAL   Polícia Civil   Vítima   CORPO  

Mais em Polícia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.