Rondônia
Número de presos cai 2,7% em Rondônia, mas presídios seguem com 75% de superlotação em meio à pandemia
Dados mostram que, neste mês de maio, a população carcerária é de 10.179 presos. Capacidade das unidades estaduais é de 5.804 vagas.

Por G1 RO
Publicado 23/05/2021
Atualizado 23/05/2021
A A
FOTO: © Thathiana Gurgel/DPRJ Justiça

O número de presos caiu 2,79% em Rondônia entre 2020 e 2021, segundo aponta dados, dentro do projeto Monitor da Violência. Mesmo com uma queda da população carcerária, os presídios do estado ainda estão superlotados, com 75,4% acima da capacidade.

O primeiro levantamento na pandemia, mostrava que Rondônia tinha 10.458 detentos nas unidades prisionais (sem contabilizar presos em regime aberto e os que estão em carceragens de delegacias da Polícia Civil).

Já os dados levantados com a Secretaria de Estado e Justiça (Sejus) neste mês de maio indicam que a população carcerária é de 10.179 presos (redução de 279 presos em celas em relação ao ano passado).

Mas qual a capacidade do sistema prisional?
Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a capacidade das unidades estaduais é para receber 5.804 presos. Como atualmente a população carcerária é de 10.179 pessoas, a superlotação corresponde a 75,4%.

Com as celas lotadas, o estado registra uma taxa de 12,7% em relação a detentos contaminados pela Covid-19, acima da média nacional, de 8,3%.

O levantamento indica ainda que:

1.297 presos foram contaminados pelo coronavírus desde o começo da pandemia;
Dois destes detentos morreram com o vírus;
Já entre os servidores Sejus, 744 servidores foram infectados pela Covid;
16 dos trabalhadores do sistema prisional morreram com a doença;
A população de presos provisórios está em 1.885, o que corresponde a 18% do número total.

Para diminuir o índice de superlotação carcerário, o estado tem tentado ampliar o número de vagas no sistema penitenciário. No último mês de abril, a Sejus inaugurou a nova unidade prisional de Jaru, com capacidade para 388 presos do regime fechado. O valor estimado da obra é de R$ 13 milhões.

Cerca de 170 presos foram levados para o presídio na terça-feira (18).

Fonte: G1 RO

superlotação   População Carcerária   VIOLÊNCIA   Presos   Rondônia  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.