Geral
Covax: OMS denuncia desigualdade na distribuição de vacinas
Programa das Nações Unidas completa um ano

Por RTP - Genebra
Publicado 23/04/2021
A A
Foto: REUTERS/Denis Balibouse/Direitos Reservados

As vacinas contra a covid-19 continuam a não chegar aos países mais pobres. A denúncia foi feita pelo diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom, no dia em que se comemora o primeiro aniversário do programa Covax, das Nações Unidas, cujo objetivo é garantir que todos os países tenham acesso à vacinação.

“Quase 900 milhões de doses de vacinas foram distribuídas globalmente, mas mais de 81% foram para países de rendimentos médios/altos a altos, enquanto os países de baixos rendimentos receberam apenas 0,3%, disse o diretor. 

Tedros Adhanom já tinha denunciado, por várias vezes, o que considera a injusta distribuição de vacinas e apelado aos países mais ricos que partilhem as doses em excesso para ajudar a vacinar os profissionais de saúde de países pobres.

Até agora, o Covax distribuiu 40,5 milhões de doses a 118 países e pretende alcançar 2 bilhões de doses até o fim deste ano.

Fonte: Agência Brasil

Distribuição de Vacina   Desigualdade   Programa Covax   Nações Unidas   Doses   Países Pobres   Vacinas   Tedros Adhanom  

Mais em Geral

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.