Rondônia
Setecentos reeducandos concluem curso profissionalizante de “Atendimento ao Público”
Entrega dos certificados será feita de forma individual, seguindo todos os protocolos de segurança

Por Taiana Mendonça
Publicado 19/04/2021
A A
Foto: Taiana Mendonça/SECOM

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) em parceria com Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional de Rondônia (Idep) iniciaram na quinta-feira (15) as tratativas para a entrega de 700 certificados de conclusão do curso de “Atendimento ao Público”. As entregas serão realizadas individualmente, seguindo todos os protocolos de segurança. No curso, foram pontuadas noções de atendimento a diferentes públicos utilizando estratégias de comunicação, relacionamento e operação de forma a proporcionar satisfação e fidelização.

Devido à pandemia, o curso foi readequado para não ser presencial, se enquadrando na modalidade de apostilado. A matrícula, o envio do material didático e a entrega das avaliações aos foram realizadas pelas direções das unidades prisionais.

Segundo o gerente de Reinserção Social, Fabio Recalde, o ensino profissionalizante permite aos privados de liberdade obter uma ocupação e, assim, prestar serviços à sociedade. “Tudo é possível a partir do momento em que temos uma oportunidade, mudamos nossas atitudes diante dela e a aproveitamos da melhor forma”, ressalta. Com relação ao trabalho desenvolvido com os detentos, Fábio acredita na capacitação, e a considera primordial para a ressocialização. “Gosto do meu trabalho e da minha contribuição para as pessoas que muitas vezes não tiveram muitas oportunidades na vida”, conclui.

Um dos fatores de impulsionamento do Projeto de Qualificação Profissional é a remição de pena. Para cada 12 horas de estudo, há redução de um dia na condenação. O projeto também tem o intuito de diminuir os índices de reincidência criminal, oferecendo capacitação como forma de propiciar aos reeducados um leque maior de alternativas para a obtenção de trabalho, após ou durante seu período de reclusão. Além de promover a ampliação das possibilidades de ressocialização, a capacitação profissional é importante para minimizar a ociosidade dos internos dentro do sistema prisional.

NOVOS CURSOS

Em reunião, o secretário de justiça Marcus Rito, a presidente do Idep, Adir Josefa de Oliveira, o gerente de reinserção social Fábio Recalde, a diretora da Escola Técnica de Porto Velho, Sylvana Ventura e a técnica, Pamela Viana, ajustaram o início de novas turmas, gerando um total de 3 mil vagas para cursos futuros de atendimento ao público, empreendedorismo e auxiliar administrativo. Os cursos se enquadram na modalidade FIC (Formação Inicial e Continuada).

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Capacitação   Reeducandos   Instituto Estadual   Educação Profissional   Sejus   Rondônia   Governo   Desenvolvimento  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.