Agronegócio
TOMATE: Demanda segue baixa, mas menor oferta eleva cotações

Por Cepea
Publicado 06/04/2021
A A
Pixabay/kie-ker

Os preços do tomate subiram nos últimos dias, impulsionados pela menor oferta do fruto no mercado, visto que algumas regiões produtoras do Sul do País, como Caçador (SC), estão finalizando suas colheitas. Em Campinas (SP), mesmo com a disponibilidade mais baixa, atacadistas disseram que as sobras de um dia para o outro seguem constantes, por conta da demanda cada vez mais enfraquecida. Assim, entre os dias 29 e março e 1º de abril, os valores do tomate salada longa vida 3A tiveram média de R$ 55,32 por caixa de 20 kg na Ceagesp, 32,95% acima da média na semana anterior. Em Campinas, o preço médio foi de R$ 50,00/cx, alta de 6,38%. No Rio de Janeiro (RJ), a valorização no período foi de 6,41%, com a caixa cotada na média de R$ 40,62/cx, e em Belo Horizonte (MG), o valor médio da caixa foi de R$ 40,00/cx, 21,90% superior na comparação semanal. 

Fonte: Cepea

Ofertas   Regiões Produtoras   MERCADO   Tomate   Cepea  

Mais em Agronegócio

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.