Agronegócio
Laticínios não cumprem acordo e produtores de leite de Rondônia ameaça paralização
Empresas pagaram em março, abaixo do preço mínimo acordado com a Comissão do Leite

Por Diário da Amazônia
Publicado 02/04/2021
A A
Foto: © Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Produtores de leite de Rondônia anunciaram nova paralização de entrega aos laticínios, por descumprimento de acordo com a categoria. Na última paralização ficou definido como preço mínimo R$ 1,40 e os produtores informaram que apenas o Laticínio Jamari está efetuando o pagamento pelo valor correto. Os demais passaram a pagar apenas R$ 1,20 por litro sem qualquer acordo ou aviso. Os produtores endureceram e agora querem R$ 1,60 por litro, caso contrário a mobilização será ainda maior do que previsto. 

O produtor rural Rui Barbosa de Souza, presidente da comissão de produtores, disse que em Cujubim e São Francisco do Guaporé, a partir de segunda-feira (5), a maioria não fará mais entrega aos laticínios. Em outros municípios a mobilização estará ocorrendo para que também haja adesão. “Vamos nos reunir para definir e chamar as empresas para uma proposta justa”, explicou Rui. “Caso não haja acordo com o preço mínimo proposto, a paralização será geral”, afirmou. 

Na segunda-feira passada, 29 de março, a Federação de Agricultura do Estado de Rondônia (Faperon) fez uma reunião estadual com as comissões dos grupos e lideranças do leite, e discutiu os preços pagos pelos laticínios no mês de março, além de discutir uma proposta de preço mínimo a ser pago aos produtores.

O secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, se comprometeu em impor o cumprimento da Lei que exige a informação na roda pé da nota do mês anterior, informando o preço a ser pago no mês subsequente. Informou também que buscará meios para garantir o preço mínimo.

Junto a Assembleia Legislativa, os produtores se reuniram com os deputados Lazinho da Fetagro e Chiquinho da Emater e tiveram a garantia de apoio do Legislativo para a garantia do preço mínimo do leite em Rondônia. 

Fonte: DIÁRIO DA AMAZÔNIA

Paralização   Preço Mínimo   PRODUTORES   Laticínios   Acordo   Rondônia  

Mais em Agronegócio

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.