Rondônia
Jovem perde cinco familiares para a Covid-19 em RO: 'É muito ruim continuar no mundo sozinha'
A jovem perdeu a mãe, o irmão, padrasto, tio e avô para a doença. Rondônia encerra março com 4.143 mortos pela doença.

Por G1 RO
Publicado 01/04/2021
A A
Pixabay/rottonara

Dor e solidão são os sentimentos constantes que Taiara A., de 27 anos, vive desde que perdeu cinco familiares, entre eles a mãe e o irmão, para a Covid-19 em Porto Velho.

"A gente perde o sentido da vida. É muito ruim continuar no mundo sozinha", desabafa.

O choro de Taiara se une às mais de 4 mil famílias que perderam alguém para a Covid-19 até março de 2021 em Rondônia. De Taiara a Covid tirou o avô, a mãe, o irmão, um tio e o padrasto.

"Tenho vivido um dia de cada vez. Tem dias que não tenho vontade de levantar da cama, já outros consigo aceitar melhor. Ainda não entendi, mas aos poucos vou aceitando e procurando forças nos meus dois irmãos [um de 13 anos e o outro com 9] que ficaram sob minha responsabilidade e minha filha. Agora somos só nós", diz.

O avô de Taiara, André A. de S., de 75 anos, morreu em julho de 2020, em agosto do ano passado, a mãe dela, Maria E. A., de 46 anos. Em fevereiro deste ano, o irmão de Taiara, Guilherme H. de S. C., de 23 anos, não resistiu e com as complicações também veio a óbito. Em março, ela perdeu o tio materno Andrevaldo A. de S., de 52 anos, e no mesmo mês o padrasto Evangivaldo C. A., de 44.

"Sempre fomos uma família muito unida, muito mesmo. E eu sinto falta de tudo, da nossa união, da minha família completa", fala Taiara.

O irmão da Taiara, Guilherme, chegou a ser transferido para Curitiba (PR), pois não havia leitos de UTI para atender pacientes com a Covid-19 em Rondônia. No entanto, ele não resistiu.

Mais de 4 mil mortos

Rondônia teve mais 58 mortes por Covid-19 registradas nesta quarta-feira (31), segundo informações do boletim diário das Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Desde o começo da pandemia, o estado soma 4.143 vítimas fatais da doença.

Nas últimas 24 horas, o estado também teve 1.860 novos testes positivos para coronavírus. Somados os casos confirmados, desde março do ano passado, já são 187.270 rondonienses infectados. Em casos ativos são 18.520.

O Brasil voltou a registrar seu pior dia da pandemia, com o recorde de 3.950 mortes por Covid registradas nas últimas 24 horas, totalizando nesta quarta-feira (31) 321.886 óbitos. Com isso, o mês de março se encerra com o montante de 66.868 óbitos.

Fonte: G1 RO

Luto   Porto Velho   Sentimentos Constantes   Rondônia   Família   Covid-19  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.