Esporte
FFER e Sejucel buscam parceria para apoio ao Rondoniense-2021

Por Futebol do Norte
Publicado 27/02/2021
Atualizado 27/02/2021
A A
Foto: Reprodução/FFER

A FFER (Federação de Futebol do Estado de Rondônia) respondeu na última terça-feira um ofício da Sejucel (Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer) sobre o apoio governamental aos clubes para a disputa do Campeonato Rondoniense 2021.

De acordo com nota da entidade, é sugerido o custeio da arbitragem assim como os custos de viagem (alimentação, hospedagem e transporte), além dos testes de Covid-19 antes das partidas de cada rodada, que fazem parte do protocolo de segurança elaborado pela FFER, CBF e Sejucel. "Oportuno neste momento ressaltar a satisfação da FFER pela pré-disposição da Sejucel, quando tenta buscar soluções que possam vir a ajudar a viabilização do Campeonato Estadual de Futebol Profissional 2021 nesta época difícil de pandemia", destaca na nota.

O Campeonato Rondoniense-2021 está previsto para iniciar no dia 28 de março com a participação de oito clubes. Na chave A estão: Genus, Porto Velho, Real Ariquemes e Rondoniense. Já na chave B estão: Barcelona, Guaporé, Ji-Paraná e União Cacoalense.

Confira a nota divulgada pela FFER:

A FFER respondeu na tarde do dia 23 (terça-feira), por oficio dirigido à SEJUCEL endereçado ao Superintende Jobson Bandeira, acenando positivamente quanto à intenção de parceria de fomento entre o Estado de Rondônia - por intermédio da SEJUCEL - e a Federação de Futebol.

Apesar da SEJUCEL ainda não dispor efetivamente dos recursos, enviou à FFER para uma análise preliminar a documentação exigida pelo Governo do Estado para habilitação e consequente acesso a um Contrato de Fomento, neste caso, em benefício do futebol de Rondônia.

Em análise minuciosa foram observados os pontos positivos e negativos das intenções das duas entidades, na busca conjunta de propiciar um auxílio financeiro aos clubes participantes da competição neste momento difícil de enfrentamento da pandemia disseminada pela Covid-19 e, nesta linha de raciocínio, entendeu a FFER que, na parceria em comento, lhe coubesse a administração dos recursos para fim específico, ou seja, o custeio da arbitragem, tudo em conformidade com as normativas que regulam o Contrato de Fomento, motivado principalmente por atender as normativas estatutárias da própria FFER e das entidades maiores coligadas.

É importante relembrar que a FFER não é, e nunca foi administrada com dinheiro público, uma vez que os recursos que mantêm a entidade são próprios e provenientes de repasses de entidades privadas coligadas como, FIFA – CONMEBOL – CBF.

Insta observar que outros assuntos tratados no que concerne a despesas especificas dos clubes profissionais, como alimentação, hospedagem, transporte, impostos, testagem de COVID, dentre outros, que demandam procedimentos licitatórios específicos da lei 8.666, exigidos pelas normas que regulam tais Contratos de Fomento, entende a FFER que, a exemplo dos jogos JOER realizados pela SEJUCEL, fique este mister a cargo da própria SEJUCEL no tocante à administração destes recursos, dada à larga experiência e competência já demonstrada pela SEJUCEL, habituada que está quanto aos difíceis e complexos procedimentos licitatórios.

É fato que o governo dispõe de secretaria especifica – SUPEL - para análise de licitações, seja por pregão eletrônico ou presencial, com comissão formada por experts do setor, o que via de consequência trará a lisura necessária para aplicação do recurso publico.

Oportuno neste momento ressaltar a satisfação da FFER pela pré-disposição da SEJUCEL, quando tenta buscar soluções que possam vir a ajudar a viabilização do Campeonato Estadual de Futebol Profissional 2021 nesta época difícil de pandemia.

A preocupação e cuidados no planejamento para a realização das competições é exatamente o que tem pautado esta administração, adotando todas as orientações das autoridades sanitárias e do Governo do Estado, repassando-as aos filiados para que também adotem todos os protocolos preventivos que lhes couber.

Finalizando, permitimo-nos ainda no referido oficio, sugerir ao Superintendente que, seria de suma importância se, por meio da rede de postos de saúde do Governo do Estado, a SEJUCEL conseguisse disponibilizar às equipes e demais envolvidos na competição, os testes de Covid-19 que fazem parte do protocolo de segurança elaborado por esta entidade - FFER -, CBF e também pela própria SEJUCEL.

Fonte: Futebol do Norte

Campeonato Estadual   Sejucel   FFER   Campeonato rondoniense  

Mais em Esporte

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.