Rondônia
No Dia Nacional do Combate ao Alcoolismo, Governo reforça ações de prevenção e atenção contra a dependência
A Coordenadoria funciona no Centro de Referência em Prevenção e Atenção à Dependência Química (Crepad), em Porto Velho

Por Marina Espíndola
Publicado 19/02/2021
Atualizado 19/02/2021
A A
Foto: Neemias Brizon

No Dia Nacional do Combate ao Alcoolismo, 18 de fevereiro, são destacadas as ações direcionadas para conscientizar a sociedade sobre os malefícios do consumo de bebida alcoólica. Neste sentido, o Governo de Rondônia, por  meio da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) tem disponibilizado assistência a dependentes químicos, com medidas desenvolvidas pela Coordenadoria  Estadual de Políticas sobre Drogas (Cpoad) visando atendimento voltado para a comunidade em geral.

O órgão funciona no Centro de Referência em Prevenção e Atenção à Dependência Química (Crepad), localizado à Rua Rafael Vaz e Silva, 3041, bairro Liberdade, em Porto Velho, antiga sede do Hospital Cosme e Damião. Cerca de quatro mil pessoas estão cadastradas na Rede de Sistema de Acolhimento, com medidas também voltadas aos atendimentos das Redes Socioassistenciais nos municípios.

A Cpoad funciona com diversos atendimentos e ofertas de tratamentos terapêuticos. Os pacientes são submetidos normalmente a uma bateria de exames, consultas com psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais e encaminhados às Comunidades Terapêuticas conveniadas com o Estado, distribuídas em alguns municípios como: o Centro de Reabilitação-Trindade Santa, em Vilhena; Centro de Recuperação-Abisai, em Cacoal; Padre Fiovo Camaione-Casa Família Rosetta, em Ouro Preto; Comunidade Terapêutica Nova Aliança-Cerna, em Rolim de Moura; e Comunidade Porto da Esperança-Casa Família Rosetta, em Candeias do Jamari. 

O assistente de Ações Emergenciais da Cpoad, Neemias Brizon, ressalta que também ocorrem atendimentos ambulatoriais para pacientes que não necessitam de acolhimento, onde participam de grupos terapêuticos, consultas psicológicas e quando necessário medicados por meio dos psiquiatras disponíveis diretamente na sede, na Capital. “Pacientes em situação de vulnerabilidade social, em situação de rua, normalmente são os que mais procuram a Coordenação, isso acontece de forma espontânea. As vezes, eles não têm mais para onde ir, então nós temos o papel de regular vagas nos acolhimentos junto ao município. Fazemos diversos exames antes de enviá-los, se for morador de rua, tentamos agilizar ao máximo esse acolhimento para dar início ao tratamento. Nosso atendimento vai desde funcionários públicos à comunidade em geral, ou seja, estamos de portas abertas para acolher todo o público do Estado que necessite de ajuda”, disse Neemias Brizon.

A psicóloga da Cpoad, Ariane Pereira, trabalha com o desenvolvimento e atendimento motivacional dando apoio ao usuário e aos familiares. Ela garante que todos os trabalhos realizados com os dependentes são elaborados, por meio de estudos, paciência e dedicação. “No caso, todas as quartas-feiras ocorrem dinâmica de grupo de família que dá esse apoio tanto para os pacientes quanto para familiares. Vai muito de cada pessoa, não são necessários que todos sejam encaminhados para psiquiatra, mas com o passar do tempo na dependência química, tanto lícitas quanto ilícitas pode ocorrer que o usuário tenha outros tipos de comorbidades como ansiedade, síndrome do pânico, manias, as vezes esquizofrenias. Por isso, há a importância do acompanhamento multiprofissional”, enfatiza.

Ariane Pereira fala ainda sobre a redução do número de usuários por conta da pandemia e como a Cpoad continua dando o acolhimento e suporte emocional, “ Para dar mais agilidade e segurança aos usuários, pedimos que todos façam o teste da Covid-19 e passem por todas as medidas que atendam ao protocolo de combate ao coronavírus e, em seguida, possam ser inseridos nos tratamentos, principalmente neste momento difícil”, frisa Ariane.

A Coordenadoria Estadual de Políticas sobre Droga, disponibiliza atendimentos de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (69) 3224 1337.

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Assistência   Bebida Alcoólica   Cpoad   Rondônia   Crepad   Ações Direcionadas   Sesau   Alcoolismo  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.