Rondônia
Governo monitora critérios de classificação dos municípios de Rondônia; cálculos visam antecipar medidas contra a Covid-19
A cada 14 dias, é definida a reclassificação dos municípios após a avaliação dos indicadores

Por Paulo Ricardo Leal
Publicado 27/01/2021
Atualizado 27/01/2021
A A
Foto: Ésio Mendes

O Governo de Rondônia detalhou os cálculos efetuados no monitoramento dos critérios de classificação das fases do “Plano Todos por Rondônia” de cada município, durante transmissão ao vivo do governador do Estado, coronel Marcos Rocha, realizada na noite de terça-feira (26), onde foram apresentas as ações de enfrentamento ao coronavírus, que garantem com que o Estado possa antecipar medidas necessárias a fim de evitar um agravamento maior no setor da Saúde.

Ao iniciar a transmissão ao vivo, pela rede social, o governador Marcos Rocha repudiou e lamentou a publicação de falsas notícias que atingem ou tentam colocar em descrédito a forma com que são feitos os cálculos que refletem no enquadramento de cada município.

Momentos antes da transmissão ao vivo, o governador havia publicado uma nota de esclarecimento deixando claro que a metodologia para confecção desses relatórios durante o tempo de pandemia foi sendo gradualmente aperfeiçoada com vistas a retratar com mais fidedignidade a realidade de ocupação dos leitos.

No mesmo momento, foi pontuado também que a metodologia utilizada para reclassificação de fase é levada em consideração, no dia da reclassificação, a média dos casos ativos de Covid-19 dos últimos 7 dias dividido pela média dos casos ativos dos 7 dias anteriores, com dados obtidos do Sistema Nacional e-SUS.

Para melhor esclarecer a forma com que os cálculos são efetuados, o governador contou com o apoio do estrategista de dados, Caio Nemeth, que integra o Grupo de Trabalho Técnico Científico de Enfrentamento à Covid-19. O estrategista destacou ser levado em consideração o fator de crescimento do contágio do coronavírus, a taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e casos dos últimos dias. A cada 14 dias, é definida a reclassificação dos municípios após a avaliação dos indicadores.

O Governo do Estado garante a transparência dos dados de combate à Covid-19, por meio de divulgação no Portal da Transparência de Rondônia (https://covid19.sesau.ro.gov.br/), onde é possível obter todas as informações sobre o enfrentamento à pandemia do coronavírus. Em razão da divulgação, o Governo foi apontado como referência pela Transparência Internacional do Brasil e Open Knowledge.

DATALHAMENTO

Conforme explicado pelo estrategista, inicialmente avalia-se os valores de casos ativos dos últimos 14 dias, sendo os 7 dias mais próximos da data vigente (denominados de semana passada) e os 7 dias restantes (denominados semana retrasada). É feita a média de cada semana e, em seguida, é efetuada uma divisão do valor da semana passada pelo valor da semana retrasada. O resultado final formula o indicador observado na lateral da matriz de classificação, o numerador e o denominador jamais devem ser invertidos, sendo semana passada / semana retrasada.

“As fases do Plano Todos por Rondônia são divididas em quatro, sendo a primeira delas a mais restritiva, “fase 1” e a última delas a menos restritiva, “fase 4”. O objetivo da fase mais restritiva é frear a contaminação e, consequentemente, desacelerar o número de pessoas que solicitam internação em UTIs. Já as fases menos restritivas são destinadas a municípios que estejam em locais com grande oferta de leitos de UTI ou baixa velocidade de propagação da doença, considerando as pessoas que realmente estão ativas (pessoas que estão no momento da doença com capacidade de contaminar outras)”, enfatizou Caio.

O estrategista de dados também utiliza uma dinâmica para melhor compreensão da forma de cálculo. “Podemos imaginar um veículo que se aproxima de um obstáculo, que está a uma quadra de distância. Se o veículo estiver a 40 km por hora o motorista pode frear devagar que o carro não irá bater. Agora, se o veículo estivesse a 120 km por hora a situação seria diferente, ou ainda, se veículo estivesse a 5 m do obstáculo, mesmo em baixa velocidade, seria necessário frear o veículo rapidamente a fim de evitar a colisão”, disse Caio, fazendo uma comparação às medidas antecipadas que podem refletir positivamente para evitar o agravamento na Saúde do Estado.

MEDIDAS IMPORTANTES

O governador, Marcos Rocha, destacou em nota que o Estado, por meio de ações conjuntas, tem intensificado a grande missão de enfrentamento à Covid-19. O reflexo dessas medidas tem posicionado Rondônia em primeiro lugar no ranking de transparência dos dados de combate à doença, no cenário nacional, apontado pelas instituições de referência mundial: Transparência Internacional e Open Knowledge.

Marcos Rocha também destacou o trabalho dos profissionais abnegados, como os técnicos que atuam há meses incessantemente nos estudos que subsidiam, de forma unicamente técnica, para as tomadas de decisões ao enfrentamento à pandemia causada pela Covid-19.

“Por isso que o Estado tem ficado em primeiro lugar na transparência, pois temos técnicos que compõem toda a equipe, com conhecimento, fazendo os cálculos e agindo em todas as áreas do Governo. Será sempre desta forma que iremos superar a pandemia e cada vez mais despontar positivamente no cenário nacional”, concluiu o governador.

Foto: Ésio Mendes

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Relatórios   Marcos Rocha   Rondônia   Covid-19   Transparência   Cálculos   classificação   Municípios  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.