Polícia
Mulher de 32 anos que morreu em acidente na BR 364 havia deixado a Colônia Penal de Vilhena quatro h
Vítima do acidente estava presa desde o dia 14 de setembro

Por Folha do Sul Online
Publicado 23/12/2020
A A
Foto: Reprodução/Folha do Sul Online

Uma mulher de 32 anos, identificada pelas iniciais [C. P.], que morreu em um acidente de trânsito registrado por volta das 23:00h de segunda-feira, 21, na BR-364, a cerca de 55 km de Vilhena, sentido Porto Velho, havia acabado de receber alvará de soltura e voltava para casa.

Segundo informações levantadas pela equipe de reportagem, a vítima foi liberada do Presídio Feminino de Vilhena por volta das 19:00h e se dirigia para o município de Alta Floresta, onde tinha endereço fixo.

De acordo com a administração do presídio, a mulher se encontrava na unidade desde o dia 14 de setembro deste ano, quando foi presa pela Polícia Federal pelo crime de tráfico interestadual.

Após três meses presa, a vítima pagou fiança e foi liberada horas antes do acidente que tirou sua vida.

Ainda segundo a administração do presídio a tornozeleira eletrônica que a mulher usava parou de dar sinal exatamente por volta das 23:00h. O equipamento (FOTO) foi entregue na instituição penal pela PRF.

Uma das ocupantes do veículo, de 29 anos, que sobreviveu, mas continua internada, possui o mesmo sobrenome que a vítima, no entanto, com relação aos outros dois ocupantes, não há informações sobre o grau de parentesco.

Fonte: Folha do Sul Online

Voltava para Casa   Porto Velho   Acidente   Vítima   Presídio Feminino   Vilhena   Alta Floresta  

Mais em Polícia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.