Rondônia
Rondonienses são os que mais casam no país, aponta IBGE
Em 2019, estado teve a maior taxa de casamentos do Brasil. Apesar disso os matrimônios em Rondônia têm uma das menores durações: em média 10,4 anos.

Por G1 RO
Publicado 10/12/2020
A A
Pixabay/Pexels

Rondônia apresentou a maior taxa de casamentos do Brasil em 2019, segundo as Estatísticas de Registro Civil, divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (9).

De acordo com a pesquisa, foram 12.435 uniões no ano passado, alcançando a taxa de: 9,34 a cada mil habitantes com mais de 15 anos. Mesmo com maior taxa, esse número é menor que o registrado em 2018, quando 13.541 casamentos aconteceram.

Outro ponto que chama atenção na pesquisa é que os casamentos em Rondônia têm uma das menores durações: em 2019, os casamentos no estado duravam em média 10,4 anos. Isso é cerca de três anos a menos que a média nacional no mesmo período (13,8 anos).

Os casamentos com menor duração, em 2019, estavam no Acre (10,2 anos) e os com maior duração no Piauí (17,6 anos).

Ainda de acordo com o IBGE, dos 3.780 processos de divórcio concedidos em 1ª instância em Rondônia, 69,6% foram consensuais em 2019. Entre os não-consensuais, 56,9% foram pedidos por mulheres.

Desses divórcios concedidos, 1.943 casais têm filhos menores de idade. Em 57,8%, a guarda dos menores ficou sob responsabilidade da mulher.

'Idade casamenteira'
Quando se trata das idades dos noivos e noivas, elas têm aumentado tanto para homens quanto para mulheres.

Em 2009, os homens que casaram tinham em média 28 anos e as mulheres 25 anos. Já em 2019, as médias de idades foram de 30 anos para homens e 27 para mulheres.

 

Fonte: G1 RO

Registro Civil   Instituto Brasileiro   Rondônia   Estatísticas   Geografia  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.