Política
Bolsonaro diz que negocia com o Congresso adoção do voto impresso
Presidente afirmou que cabe ao Executivo e ao Legislativo decidir como deve funcionar a eleição, e repetiu que esse é um pedido do povo brasileiro

Por R7
Publicado 07/12/2020
A A
Foto: © Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Com uma alegria que não se via há alguns meses, o presidente Jair Bolsonaro prometeu a apoiadores na frente do Palácio da Alvorada nesta segunda-feira (7) lutar pelo retorno do voto impresso.

'Não existe no Brasil a possibilidade de voto impresso', diz presidente do TSE

"Quem discute somos nós e o Parlamento, e acima de nós está o povo brasileiro", afirmou.

Ele tem dito que a impressão do voto é uma solicitação do povo brasileiro e visa garantir idoneidade ao processo eleitoral.

Bolsonaro falou pouco no encontro desta segunda. Tirou muitas selfies, ouviu uma oração e um grupo de mulheres cantar para ele e fez inúmeras brincadeiras. Disse que não abraçaria um homem porque abraçar homem logo de manhã era estranho. E quando uma de suas fãs contou que a mãe havia pedido para ela dar um beijo na boca do presidente, ele devolveu: "Beijo na boca só se for de língua", e gargalhou.

Uma conversa de duas mulheres na frente de Bolsonaro mostrou que ele tem razão ao declarar que seus apoiadores defendem o voto impresso.

"Tudo o que está acontecendo agora é para tirar o presidente da próxima eleição", disse, de forma vaga uma delas.

"Sem o voto impresso a gente não consegue mesmo fazer nada, o povo precisa sair na rua e pressionar os parlamentares", comentou outra.

Bolsonaro só ouviu sem dizer nada.

Fonte: R7

Voto Impresso   Jair Bolsonaro   Lutar   Palácio  

Mais em Política

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.