Polícia
PF e Ibama deflagram operação contra crimes ambientais na Terra Indígena Rio Mequéns
Terra Indígena Rio Mequéns, situada no Município de Alto Alegre dos Parecis/RO.

Publicado 19/11/2020
A A
Foto: Reprodução/PF

No dia 17 de novembro a Polícia Federal em Vilhena realizou, em conjunto com o IBAMA, nova ação com o objetivo de combater crimes ambientais em terras indígenas de Rondônia.

Em mais um avanço nas diligências em curso, com o uso de diversas equipes, foi possível verificar a continuidade de crimes ambientais na Terra Indígena Rio Mequéns, situada no Município de Alto Alegre dos Parecis/RO.

Foram localizados veículos, acampamento, armamento e ainda uma serraria móvel – que permitia o beneficiamento de madeiras no local e que restou inutilizada pela ação dos órgãos públicos federais.

A PF segue agindo de modo firme, em continuidade aoperações recentes, como a Operação Êxodo – que combateu a extração ilegal de madeiras na Terra Indígena Tubarão Latundê, no município de Chupinguaia/RO – e a Operação Crassa – que combateu a extração ilegal de diamantes na Terra Indígena Roosevelt, em Espigão do Oeste/RO, visando a proteção das florestas brasileiras.

Continuam ativos trabalhos focados na identificação dos responsáveis por tais práticas ilegais, que geram prejuízo milionário à sociedade brasileira em decorrência dos graves danos ambientais.

O combate aos crimes dessa natureza e a proteção às comunidades indígenas, expostas a risco em função da entrada irregular de pessoas, é tema de grande importânciasocial.

Por isso a Polícia Federal está aberta para o recebimento de denúncias no telefone 69-3316-1600 (Delegacia de Polícia Federal em Vilhena/RO) e 69-3216-6225 (Superintendência de Polícia Federal em Rondônia).

Foto: Reprodução/PF

Fonte: Assessoria de Imprensa

Crimes Ambientais   Polícia Federal   terra indígena   Rio Mequens   Combater Crimes   Alto Alegre  

Mais em Polícia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.