Rondônia
Governo amplia debates com indústria, produtores e sociedade no 1° Fórum Rondoniense sobre a Prevenção da Febre Aftosa
Era necessário vacinar e declarar o rebanho, agora não existe mais essa obrigatoriedade, porém, há a necessidade de um maior controle, que advém da atualização cadastral

Por Toni Francis
Publicado 09/10/2020
Atualizado 09/10/2020
A A
Foto: Daiane Mendonça

O Governo de Rondônia, através da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado (Idaron), em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e apoio da iniciativa privada (Fefa), realiza no dia 20 de outubro, das 8h às 12h, o Primeiro Fórum Rondoniense sobre a Prevenção da Febre Aftosa mediante a suspensão da vacinação do rebanho.

O evento será virtual, por meio da plataforma digital ‘Cisco Ebex’, com inscrição gratuita e aberta a todos os públicos. Para se inscrever basta acessar o link: <http://bit.ly/forumprevencaoaftosa>. As vagas são limitadas.

“Objetivo do evento é socializar o tema e envolver o setor produtivo, de forma em geral, indústria pecuarista e a sociedade em um amplo debate sobre a necessidade de adaptações frente essa nova realidade, abordando a responsabilidade de cada segmento do setor produtivo, na manutenção, daqui para frente, do status internacional de livre de Febre Aftosa sem vacinação”, explicou o presidente da Idaron, Júlio Cesar Rocha Peres, um dos palestrantes no Fórum.

“Sempre tivemos a consciência desperta de que era necessário vacinar e declarar nosso rebanho, agora não existe mais essa obrigatoriedade, porém, há a necessidade de um maior controle, que advém da atualização cadastral. Essa informação foi ampliada de bovinos e bubalinos para todas as espécies suscetíveis à doença, o que nos permite ter uma segurança sanitária ampliada”, acentua Júlio Peres.

Sobre a proposta do Fórum, ele acrescenta que a melhor forma de despertar essa consciência é falar sobre o tema. “Então, além do pessoal da própria Agência, o evento vai ter a participação do coordenador nacional do programa de Febre Aftosa, de representantes do setor produtivo e de outros especialistas para tentar trazer esse assunto à tona e responder qualquer questionamento que possa ser feito pelo produtor, bem como pela sociedade em geral”, destacou.

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Evento   FEBRE AFTOSA   Fórum Rondoniense   Defesa Sanitária   Iniciativa Privada   Cisco Ebex’   MAPA   Fefa   Setor Produtivo  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.