Agronegócio
Preços voltam a subir e Indicador renova máxima nominal

Por Cepea
Publicado 28/09/2020
A A
Pixabay/wal_172619

Os valores do milho voltaram a subir na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea, influenciados pela maior demanda, especialmente nos portos. Além disso, vendedores seguem firmes nos preços, na perspectiva de continuidade das altas.

Nesse cenário, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (base Campinas – SP) avançou 6,8% entre 18 e 25 de setembro, voltando a atingir recorde nominal da série do Cepea (iniciada em 2004), ao fechar a R$ 62,45/saca de 60 kg na sexta-feira, 25. Já o maior valor real, ou seja, considerando-se os efeitos da inflação, foi verificado em dezembro de 2007, quando a média foi de R$ 76,11/sc (as médias mensais foram deflacionadas pelo IGP-DI de agosto/20).

Fonte: Cepea

Voltaram a subir   Regiões Acompanhadas   Portos   Demanda   Milho   Valores  

Mais em Agronegócio

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.