Esporte
Palmeiras e Inter empatam com pênalti polêmico marcado com VAR
Na Vila Belmiro, Santos e Vasco ficam no 2 a 2

Por Maurício Costa
Publicado 03/09/2020
A A
Foto: © Cesar Greco/Palmeiras/DR - Agência Brasil

Dois empates fecharam os jogos desta quarta (2) da sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Em São Paulo, Palmeiras e Internacional ficaram no 1 a 1. Na Vila Belmiro, Santos e Vasco saíram de campo com um 2 a 2.

Empate do líder

O Palmeiras defendia uma invencibilidade de 10 jogos na temporada, com cinco vitórias e cinco empates, e entrou em campo querendo uma vaga no G4. Já o Inter foi a São Paulo para pontuar e defender a liderança, mesmo com apenas quatro titulares começando a partida: Marcelo Lomba, Cuesta, Moisés e Patrick.

O primeiro tempo foi bastante disputado, mas com poucas chances de gol. O melhor lance foi do Inter, aos 13 minutos. Após cobrança de escanteio, Patrick tentou uma meia bicicleta. A bola desviou em Mayke e passou com perigo pela meta de Weverton. Na segunda etapa, o Palmeiras assustou o goleiro Marcelo Lomba. Rony cobrou falta e Gustavo Gómez subiu para cabecear. A bola passou tirando tinta da trave direita do Internacional.

O jogo ficou morno até os 42 minutos do segundo tempo. Bola alçada na área do Palmeiras. Luan tentou aliviar o perigo, desviou mal e a bola bateu no braço do zagueiro. Wilton Pereira Sampaio consultou o VAR (árbitro de vídeo) e marcou o polêmico pênalti. Thiago Galhardo foi para a bola e chutou forte, sem chances para Weverton. Galhardo chegou a cinco gols e é o artilheiro isolado do Brasileirão.

Quando a vitória do Inter parecia inevitável, o Palmeiras reagiu. Aos 48 minutos, Rony tentou jogada e a bola sobrou para Gustavo Gómez. O zagueiro fez cruzamento perfeito para Luiz Adriano, de cabeça, empatar a partida. Com o resultado, o Colorado soma 16 pontos e segue na liderança do Brasileirão. O Palmeiras chegou a 10 pontos na classificação, na sétima posição.

Equilíbrio na Vila

Santos e Vasco fizeram um jogo muito equilibrado e com emoção até o fim. Mesmo com oito desfalques, o Vasco quase abriu o placar ainda no primeiro minuto de jogo. Felipe Jonatan errou a saída de bola, Cano arriscou e explodiu o travessão de João Paulo. O Peixe só reagiu aos 20 minutos do primeiro tempo. Escanteio pela direita, a bola viajou na área do Vasco e Fernando Miguel afastou com um soco. Soteldo pegou o rebote, balançou na frente do marcador e cruzou novamente. Lucas Veríssimo apareceu sozinho, na linha da pequena área, e cabeceou para abrir o marcador.

O Vasco não sentiu o gol do Santos, continuou bem na partida e foi premiado aos 42 minutos. Cobrança de escanteio pela direita e Igor Catatau tocou de cabeça para Fellipe Bastos. O camisa 8 emendou de primeira para empatar. O assistente marcou impedimento e o lance foi para o VAR. Depois de 5 minutos de análise, o árbitro confirmou o gol.

O Santos voltou melhor no segundo tempo. Aos dois minutos, Pará avançou pela direita, chutou de fora da área e levou perigo a Fernando Miguel. Aos quatro minutos, Soteldo cobrou falta no ângulo direito do goleiro, que fez bela defesa. Na terceira tentativa, veio o gol. Andrey saiu jogando errado e Miranda teve que fazer falta em Soteldo. Marinho cobrou de perna esquerda sem chances para Fernando Miguel, que só olhou a rede estufar.

Assim como na primeira etapa, o Vasco cresceu após o gol sofrido e partiu para o ataque. Em nova cobrança de escanteio, a bola bateu na mão esquerda de Alison e o árbitro mandou seguir. Contudo, o lance foi novamente analisado pelo VAR, e Rodrigo Dalonso Pereira assinalou pênalti. Cano cobrou forte, no canto direito de João Paulo, para deixar tudo igual novamente: 2 a 2.

O Santos tentou pressionar o Vasco no fim do jogo, mas a melhor chance foi do Cruzmaltino. Aos 49 minutos, Carlinhos puxou contra-ataque e deu belo passe para Guilherme Parede. Ele encontrou Ribamar livre pela direita. O atacante entrou na área, se enrolou sozinho e teve que recuar para Carlinhos. O meia tentou o chute e a bola passou raspando a trave direita de João Paulo.

Com o empate, o Santos chegou a 8 pontos e ocupa a 11ª posição. Já o Vasco soma 11 pontos e está na terceira colocação.

Fonte: Agência Brasil

Pênalti Polêmico   Campeonato Brasileiro   Vasco   Bola   Palmeiras   Minutos   Fernando Miguel   Marcelo Lomba   Santos  

Mais em Esporte

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.