Rondônia
Governo de Rondônia participará de live com outros estados para discutir ações no combate a incêndios florestais
Durante a live, os secretários de meio ambiente terão a oportunidade de falar das ações que estão sendo adotadas nos estados, para combate às queimadas

Por Elaine Barbosa e Sedam
Publicado 02/09/2020
Atualizado 02/09/2020
A A
Foto; Ésio Mendes e Frank Néry

O Governo de Rondônia, por intermédio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), irá participar do primeiro encontro virtual “Diálogo pela Amazônia”, que será realizado nesta quinta-feira (3), às 18h – horário de Brasília, e será transmitido pelo canal da Sema Mato Grosso. O evento terá a participação dos noves estados que integram a Amazônia Legal e irão apresentar as ações que vêm sendo adotadas no combate aos incêndios florestais.

Os nove estado que fazem parte da Amazônia Legal também compõem a Força Tarefa dos Governadores Pelo Clima e Florestas, que o Estado de Rondônia é membro. Durante a live, os secretários de meio ambiente terão a oportunidade de falar das ações que estão sendo adotadas em seus estados, informando os dados sobre as queimadas, as ações de monitoramento, prevenção e combate aos incêndios florestais.

O público pode participar interagindo e fazendo perguntas. O debate será mediado pela jornalista Paulina Chamorro. Esse evento acontece em alusão ao Dia da Amazônia, que é comemorado no próximo dia 5, para conscientizar a preservação da floresta.

Fazem parte da Amazônia Legal os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e uma parte do Estado do Maranhão.

AÇÕES

O Governo de Rondônia junto com a Sedam tem atuado intensivamente no combate ao desmatamento ilegal e queimadas, em parceria com o Batalhão da Polícia Ambiental, Batalhão de Choque da Polícia Militar, Exército Brasileiro, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), sem medir esforços para intensificar as ações de fiscalização e conscientização, através da educação ambiental, para amenizar os focos de queimadas e desmatamento no Estado.

O secretário da Sedam, Marcílio Leite Lopes, disse que as políticas ambientais no Estado estão pautadas na conservação e desenvolvimento. “Estamos na linha de frente das ações de combate ao desmatamento e queimadas, indo além das ações de monitoramento, buscamos através da educação ambiental, orientar as pessoas sobre o que é permitido ou não”.

O secretário Marcílio ressaltou ainda, que ao mesmo tempo reforçam as ações de fomento à transição para um modelo econômico de baixas emissões, incentivando e fortalecendo os produtores em pequena – média – grande escala, da importância de buscar nas suas cadeias produtivas alternativas práticas sustentáveis, de baixas emissões de carbono ou mecanismos de compensação, e também os povos indígenas e comunidades tradicionais.

A Sedam fortaleceu os sistemas de monitoramento do desmatamento, focos de calor, queimadas e incêndios florestais, por meio da Coordenadoria de Geociências. O monitoramento passou a ser diário, pela sala de situação, e no início de 2020, mesmo com a pandemia, as ações inciaram com várias apreensões de madeira e multas expedidas. As operações continuam e não tem previsão para encerrar.

A Coordenadoria de Geociências repassa os locais que estão com alto índice de queimadas e desmatamento para a equipe de Educação Ambiental e Fiscalização Ambiental que vão até o local e intensificam as ações, tendo maior interação entre os setores para atuarem nos pontos críticos do Estado.

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Amazônia Legal   AÇÕES   MATO GROSSO   Rondônia   Sedam   Educação Ambiental   Encontro Virtual   Incêndios Florestais  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.