Agronegócio
Preços internos do robusta avançam com força

Por Cepea
Publicado 26/08/2020
A A
Pixabay/Couleur

De acordo com pesquisas do Cepea, os preços internos do café robusta têm avançado com certa força neste mês, impulsionados pelas altas externas e do dólar. No cenário internacional, os valores são influenciados pela maior demanda pela variedade. Neste caso, ressalta-se que a pandemia de covid-19 elevou o consumo de café dentro do lar, aquecendo as vendas de solúveis e comuns.

Esse cenário atrelado à entressafra no Vietnã (maior produtor de robusta) e ao dólar valorizado – que aumenta a competitividade do robusta brasileiro – favoreceram as vendas do grão nacional. Assim, o Indicador CEPEA/ESALQ do robusta do tipo 6 peneira 13 acima voltou a fechar acima dos R$ 400/sc de 60 kg nesses últimos dias, retornando a patamares reais de janeiro de 2018 (valores deflacionados pelo IGP-DI de jul/20).

Nessa terça-feira, 25, o Indicador fechou a R$ 406,32/saca de 60 kg, forte avanço de 3,5% frente ao do dia 18. Para o arábica, o ritmo de negócios esteve menor, especialmente devido à baixa presença de vendedores, que ficaram com as atenções voltadas ao clima. Assim, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, posto na capital paulista, fechou a R$ 596,21/saca de 60 kg nessa terça-feira, 25, alta de 3,3% frente à terça, 18.

Fonte: Cepea

Preços Internos   Altas Externas   CAFÉ ROBUSTA   Indicador Cepea   Esalq  

Mais em Agronegócio

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.