Agronegócio
Agro precisa de garantia jurídica e atenção especial ao meio ambiente
Presidente do conselho diretor da entidade também reforçou a necessidade de reformas para alavancar a economia

Por Canal Rural
Publicado 03/08/2020
A A
Foto: Ilustrativa de Ryder Richards por Pixabay

Apesar da pandemia do coronavírus, o Brasil está diante de uma relativa estabilidade econômica, mas o agronegócio precisa de garantia jurídica e atenção especial à questão do meio ambiente. “Nesse sentido, a Abag há tempos investe na agenda da  sustentabilidade”. A avaliação foi feita pelo presidente do conselho diretor da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), Marcello Brito, durante o 19º Congresso Brasileiro do setor.

O dirigente defendeu um grande pacto do cidadão, lembrando que maioria do  setor é sério e cidadão. Neste sentido, Brito defendeu a implementação do Código Florestal. “Vamos abraçar a causa de apoio ao país. Assim faremos mais difícil a vida dos concorrentes”.

Brito destacou a importância das reformas administrativa, política e  tributária e os acordos comerciais globais, principalmente o acordo entre  Mercosul e União Europeia.

“Precisamos abrir o mercado a parceiros externos. Construir um mundo  melhor a partir da pandemia, criar soluções, celebrar iniciativas. Não basta  ser parte do problema. Precisa ser parte da solução”, disse, destacando  que a Abag neutralizou todas as emissões com o novo ativo agroambiental  brasileiro, o CBios, sendo a primeira associação global a ter feito isso.

Fonte: Canal Rural

Garantia Jurídica   Agronegócio   Código Florestal   Marcello Brito   brasil   Atenção Especial   Estabilidade Econômica  

Mais em Agronegócio

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.