Rondônia
Fapero comemora nove anos incentivando a pesquisa e a inovação tecnológica em Rondônia
No último dia 15 de julho foi assinado acordo de cooperação para a quarta edição do programa PPSUS

Por Elaine Barbosa
Publicado 25/07/2020
A A
Foto: Arquivo Fapero e José Gadelha

Fomentar e induzir a pesquisa e a inovação tecnológica tem sido o empenho da Fundação de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa do Estado de Rondônia (Fapero), que comemora, neste sábado (25), nove anos de criação. Em comemoração, promoverá uma live na página oficial do Facebook,  na próxima segunda-feira (27), ás 19h30, para demonstrar os avanços de desenvolvimento científico no Estado de Rondônia.

A Fapero vem executando diversos programas e importantes ações estratégicas como forma de reduzir as desigualdades regionais durante esses noves anos. “Com o objetivo principal de formar recursos humanos de excelência, transferir o conhecimento para ações tecnológicas envolvendo os arranjos produtivos locais e apoiar a aquisição, instalação, modernização, ampliação ou recuperação da infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica nas instituições públicas ou privadas, e sem fins lucrativos”, explica o presidente da Fapero, Leandro Soares Moreira Dill.

O presidente da Fapero explica que os avanços desenvolvidos pela Fundação são de grande quantidade nos últimos anos, com apoio de eventos científicos, editais para pesquisas de agronegócios e parcerias com instituições, sempre buscando as melhorias dos serviços e investindo na tecnologia e ciência.

No ano de 2019, foram investidos mais de R$ 3 milhões para o fomento de pesquisas científicas e inovação, que resultam em melhorias para o Estado. Por meio do Programa de Apoio à Pesquisa em Publicações Científicas (PAP-Publica), a Fapero realizou o lançamento de livros e publicações científicas. E pelo Programa Pesquisa para o SUS (PPSUS), investe e incentiva a produção de pesquisas científicas em saúde para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Leandro ressaltou ainda, que no último dia 15 de julho foi assinado acordo de cooperação para a quarta edição do programa PPSUS, o qual deve ser lançado edital no mês de agosto. “Serão disponibilizados R$ 1.400.000 para projetos e estudos em saúde pública, inclusive para pesquisas sobre a Covid-19, sendo um R$ 1 milhão do Governo Federal, R$ 200 mil da Fapero e R$ 200 mil da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau)”, acrescenta.

Fica o convite para os pesquisadores e estudantes de tecnologia e ciência, que queiram conhecer mais sobre a Fapero, para participar da live na página oficial do Facebook, ás 19h30.

CRIAÇÃO

É uma Fundação de direito público, com autonomia administrativa financeira, compondo a administração indireta do Poder Executivo. A Fapero foi criada pela Lei nº 2.528 de 25 de Julho de 2011. A Fundação Rondônia, prevista no art. 201 da Constituição Estadual, de acordo com o disposto no §5º do Artigo 218 da Constituição Federal de 1988, é a penúltima Fundação de Apoio à Pesquisa (FAP) a ser criada no Brasil.

As FAPs são responsáveis pela implantação de uma importante parcela da política de apoio à ciência e tecnologia no País. A Fundação Rondônia, assim como as demais, visa promover o desenvolvimento científico e tecnológico através do fomento à ciência, tecnologia e inovação.

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Fapero   Pesquisas Científicas   nove anos   Fundação Rondônia   Desenvolvimento Científico   Pesquisa  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.