Polícia
PF cumpre mandados e prende um em RO por venda de produtos para emagrecimento que podem causar dependência química
Ação conjunta da PF e do MP levou à investigação de associação criminosa.

Publicado 16/07/2020
Atualizado 16/07/2020
A A
Foto: PF/RO

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (16/07/2020), a denominada OPERAÇÃO MUTARE, visando desarticular associação criminosa voltada para a prática de crimes contra a saúde pública.
 
A investigação aponta que o grupo era responsável por vender produtos destinados ao emagrecimento como se fossem suplemento alimentar, contendo apenas produtos de origem natural em sua fórmula. Ocorre que, após a perícia, verificou-se que tais produtos eram adulterados, sendo constatada a presença de substâncias que podem causar dependência e que constam da lista de produtos controlados da ANVISA. 
 
A ação decorre de trabalho conjunto da Polícia Federal e Ministério Público Estadual de Rondônia, que resultou no cumprimento de 04 (quatro) mandados de busca e apreensão e 1 (um) de prisão preventiva, todos expedidos pela 1ª Vara Criminal em Porto Velho/RO, e cumpridos na capital. Os valores arrecadados com as vendas dos produtos somam mais de R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais) em um ano.
 
Os investigados serão ouvidos na Superintendência da PF em Porto Velho/RO e responderão pelos crimes de associação criminosa e venda de produto adulterado destinado a fins terapêuticos e medicinais (artigos 273 e 288, todos do Código Penal).
 
O termo “mutare” refere-se à modificação dos produtos terapêuticos e medicinais e sua consequente comercialização, causando prejuízo fisiológico e financeiro aos consumidores.

Foto: PF/RO

Fonte: Assessoria de Imprensa

Operação Mutare   Polícia Federal   desarticular   Saúde Pública   Porto Velho   PRODUTOS   Associação   Criminosa  

Mais em Polícia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.