Esporte
Pandemia leva COB a cancelar edição 2020 dos Jogos Escolares
Celeiro de atletas olímpicos, evento estava previsto para novembro

Por Lincoln Chaves
Publicado 25/06/2020
A A
Foto: © Abelardo Mendes Jr/ Ministério da Cidadania

A pandemia do novo coronavírus fez o Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciar, na quarta-feira dia (24), o cancelamento da edição 2020 dos Jogos Escolares da Juventude. Segundo a entidade, a decisão teve apoio unânime das 14 confederações brasileiras que integram o evento.

Entre elas, a de Desporto Escolar (CBDE), que publicou nota concordando com o cancelamento competição este ano. Os Jogos Escolares da Juventude já revelaram atletas como as judocas Sarah Menezes (campeã olímpica) e Mayra Aguiar (campeã mundial) e o mesatenista Hugo Calderano, atualmente um dos 10 melhores do mundo na modalidade.

Em comunicado, o COB explicou que "diversos fatores decorrentes da pandemia de covid-19 impedem a organização segura do evento", que seria em novembro. A conclusão, conforme a nota, deu-se após encontros virtuais entre integrantes do Comitê e representantes das confederações e das 27 secretarias estaduais ligadas ao esporte. Em março, o COB já tinha desmarcado três etapas regionais dos Jogos, previstas para setembro, em Aracaju (SE) e Gramado (RS).

Entre os fatores elencados pelo Comitê para a etapa nacional dos Jogos não ocorrer, estão:

- Risco de contágio em ambiente sem controle direto do COB e Confederações (transporte, aéreo e terrestre, até a cidade-sede; hotéis, centros comerciais...); 

- Diferença entre as situações de cada Estado em relação à pandemia e o impacto na isonomia da competição; 

- Incerteza da data de retorno do calendário escolar presencial, que pode comprometer o processo seletivo;

- Possibilidade de os pais não autorizarem as viagens dos alunos/atletas;

- Eventual conflito com o calendário nacional das modalidades em função da possibilidade de concentração de muito eventos no último trimestre do ano.

A etapa nacional dos Jogos Escolares reúne cerca de 5 mil atletas-estudantes entre 12 e 17 anos, de escolas públicas e privadas, que competem em 17 modalidades. Considerando as fases municipais e estaduais, o evento pode mobilizar mais de 2 milhões de jovens. Os Jogos são organizados pelo COB desde 2005. Trata-se da maior competição estudantil do país.

Fonte: Agência Brasil

jogos escolares   Comitê Olímpico   Jogos   COB   brasil   escolares   Olímpico   Juventude   Comitê   Sarah Menezes  

Mais em Esporte

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.