Rondônia
Marcos Rocha anuncia aprovação de lei que inclui igrejas na lista de serviços essenciais em RO
Estado não poderá mais determinar o fechamento total de espaços religiosos, mas ainda pode limitar o número de pessoas presentes no local. Lei ainda não foi publicada no Diário Oficial.

Por G1 RO
Publicado 18/06/2020
A A
Foto: ALE-RO/Reprodução

O governado Marcos Rocha anunciou em uma rede social a sanção de um projeto de lei aprovado na Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO) que torna as igrejas atividades essenciais no estado durante o período de calamidade pública. Até esta quarta-feira (17) a lei ainda não havia sido publicada no Diário Oficial do Estado.

A lei, proposta pelo deputado estadual Alex Silva, "estabelece as igrejas e templos de qualquer culto como atividade essencial em períodos de calamidade pública", e ainda proíbe a determinação de fechamento total dos locais.

No entanto, o documento permite a limitação do número de pessoas presentes nesses locais de culto, de acordo com a gravidade da situação, e com decisão fundamentada por autoridade competente.

Em uma postagem no Facebook, Marcos Rocha disse que foram estabelecidas medidas sanitárias e de segurança que serão seguidas pelos templos quando o momento de reabertura chegar.

"É fundamental destacar que estaremos ao lado dos pastores e padres observando as melhores práticas e acompanhando o desenvolvimento da atividade. Entendemos que é algo fundamental para esse momento, pois é alimento para alma e conexão com Deus", disse.

 

 

Fonte: G1 RO

Lei Aprovado   Assembleia Legislativa   igrejas   Marcos Rocha   Rede Social   calamidade pública   Governado Marcos   Rocha Anunciou   Atividades Essenciais  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.