Polícia
Mais de 6 mil garrafas de vodka apreendidas pela Receita Federal devem ser transformadas em álcool gel
Produção será feita pelo IFG em parceria com uma empresa. Expectativa é que sejam produzidos cerca de 4 mil frascos de álcool gel para serem doados a famílias carentes.

Por G1 Goias
Publicado 23/05/2020
Atualizado 23/05/2020
A A
Foto: Reprodução/TV Anhanguera

A delegacia da Receita Federal em Anápolis, a 55 km de Goiânia, destinou ao Instituto Federal de Goiás (IFG) mais de 6,5 mil garrafas de bebidas alcoólicas apreendidas. A intenção é que o produto seja transformado em álcool gel e, posteriormente, doado a famílias em situação de vulnerabilidade social para que usem na prevenção ao coronavírus.

De acordo com o delegado da Receita Federal Márcio Avito Ribeiro Faria, as bebidas foram apreendidas por serem consideradas abandonadas pelo proprietário, que não soube comprovar se ela estava própria para o consumo. A carga foi apreendida em 2018 e seria destruída ao fim da investigação.

Todo material foi entregue para o Instituto Federal de Goiás (IFG). De acordo com a diretora do campus de Anápolis, Elza Gabriela Godinho Miranda, dentro de uma semana, a instituição irá produzir, junto com uma empresa de cosméticos de Anápolis, o álcool gel, a partir da destilação das bebidas.

A expectativa é que sejam produzidos cerca de 4 mil frascos de álcool gel 70%. "Nós estamos desenvolvendo este projeto desde o início da pandemia. Ele consiste, basicamente, em produzir o álcool gel a partir de componentes alternativos, como é o caso da bebida alcoólica. A ação é articulada pelos professores de química juntamente com o Grupo Bio Instinto", explicou.

 

Fonte: G1 Goias

álcool Gel   Federal   Receita Federal   Instituto Federal   Federal Márcio   ANAPOLIS   Goiânia   Ribeiro Faria   Márcio Avito  

Mais em Polícia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.