Agronegócio
Soja: tensão entre EUA e China faz Chicago fechar em baixa
Os contratos com entrega em julho fecharam com baixa de 1,75 centavo ou 0,2% em relação ao dia anterior, a US$ 8,33 por bushel

Por Canal Rural
Publicado 22/05/2020
A A
Foto: Embrapa

A soja em grão fechou esta sexta-feira, 22, com preços mais baixos na Bolsa de Chicago. De acordo com a consultoria Safras, diante do cenário externo desfavorável, o mercado manteve a fraqueza desde os primeiros negócios.

“A tensão entre a China e os Estados Unidos é o principal fator de pressão, causando perdas nas bolsas de valores norte-americanas e no petróleo”, informa. Na semana, a posição julho para o grão caiu 0,63%.

Os contratos da soja em grão com entrega em julho fecharam com baixa de 1,75 centavo ou 0,2% em relação ao fechamento anterior, a US$ 8,33 por bushel. A posição agosto teve cotação de US$ 8,37 por bushel, com recuo de 1,50 centavo ou 0,17%.

Nos subprodutos, a posição julho do farelo fechou com alta de US$ 1,60, ou 0,56%, em relação ao fechamento anterior, cotada a US$ 284,10 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em julho fecharam a 26,67 centavos de dólar, baixa de 0,44 centavo ou 1,62% na comparação com o fechamento anterior.

Fonte: Canal Rural

Fechamento Anterior   Julho Fecharam   Chicago   grão   Estados Unidos   fechamento   Consultoria Safras   Julho   Centavo   Anterior  

Mais em Agronegócio

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.