Rondônia
Multinacional sinaliza para doação de hospital de campanha para atender pacientes da Covid-19 em Rondônia

Por Vanessa Moura
Publicado 22/05/2020
Atualizado 22/05/2020
A A
Foto: Edcarlos Carvalho

Em coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira (22), o secretário de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo, anunciou que uma multinacional sinaliza para doação de hospital de campanha da Covid-19 em Rondônia. O prazo para construção do hospital é estimado em quatro semanas, sendo a estrutura em pré-moldado, que terá 60 leitos, entre clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A unidade deve ser construída próxima ao Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron).

O secretário destacou que esse hospital além de ser usado neste momento de pandemia, ficará definitivo para somar com a estrutura hospitalar estadual. ‘‘Eles já sinalizaram que vêm fazer a construção, estão se preparando para isso, e estamos ansiosos aguardando esse hospital’’, afirma. De acordo com o secretário, o governador, coronel Marcos Rocha, participou de reunião em videoconferência com a empresa, e está feliz com essa iniciativa.

APELO

Na ocasião, o secretário estadual de saúde aproveitou para alertar que mesmo com toda essa união de esforços e o empenho intensificado do governo de Rondônia para o enfrentamento da Covid-19, como profissionais de saúde que estão sendo chamados para reforçar linha de frente da batalha contra a doença, e a preparação do hospital Regina Pacis com 140 leitos, o apoio da população é indispensável.

O secretário parabenizou aos que têm cumprido as recomendações de proteção contra a Covid-19 em Rondônia. Mas também fez um apelo para parte da população que ainda não tem se conscientizado da importância de adotar medidas que evitem o contágio. Com 2.659 casos confirmados e 101 óbitos, Fernando Máximo reforça que o Governo precisa ter a população como aliada para controlar a evolução da doença.

‘‘Infelizmente estamos chegando no limite. No limite de capacidade de hospitalar, de leitos de UTI, de respiradores, de profissionais de saúde, então eu conclamo a toda a população: temos que estar juntos. É  preciso deixar de nos reunir, inclusive  em churrascos, academias, velórios, todos têm que se cuidar’’, disse.

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Multinacional Sinaliza   Medicina Tropical   Terapia Intensiva   Saúde   Rondônia   População   HOSPITAL   Secretário   Sesau   Estado  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.