Esporte
Ex-médico do Palmeiras rebate Mattos e nega desgaste no departamento
Rubens Sampaio rebateu algumas declarações de Alexandre Mattos

Por Notícias ao Minuto
Publicado 22/05/2020
A A
Foto: © Reuters - Notícias ao Minuto

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O ex-médico do Palmeiras Rubens Sampaio rebateu as declarações de Alexandre Mattos, diretor de futebol do clube alviverde entre o começo de 2015 e o fim de 2019. Integrante da comissão técnica por 15 anos, Rubens disse que não havia desgaste no departamento quando ele foi demitido ao lado de outros dois colegas.

O termo foi usado por Mattos em uma entrevista ao UOL Esporte. O dirigente, que hoje está no Atlético-MG, detalhou como aconteceu a mudança. "Trocar o departamento médico do Palmeiras foi uma luta, uma luta, uma insanidade. São pessoas que tinham 20 anos de clube, com amizades, não estou discutindo o lado profissional, se são bons ou ruins, até achava bons, mas estavam desgastados, disse.

Rubens, porém, disse que o desgaste não existia. Uma das provas, segundo ele, foi o pedido de Cícero Souza, gerente de futebol, para o trabalho com jogadores contratados naquela janela.

"Quando ele fala em desgaste, me incomoda. Não havia. A gente fez até uma escala, porque o clube seguia contratando. O Cícero me pediu uma escala para cobertura das férias", disse Rubens em contato com a reportagem.

"Desgaste não existia. A gente fechou o ano de 2016 como campeão brasileiro, que foi construído ao longo de 2015 e 2016, com toda uma nova estrutura", completou o médico, que teve duas passagens pelo clube, de 1997 a 2001 e de 2006 a 2017.

Na ocasião, os médicos Vinicius Martins e Otávio Vilhena também foram demitidos. De acordo com Rubens, o comunicado aconteceu em uma reunião marcada por Mattos, que os informou sobre a decisão de forma rápida.

"Foi muito mais pelo jeito que ele fez do que exatamente por ter feito. Isso faz parte da vida, mas o jeito podia ter sido mais elegante, porque tenho o Alexandre em alta conta pessoal", ressaltou Rubens.

O médico, em contrapartida, concorda com as críticas em relação à estrutura do clube, que passou a ser renovada em 2015, com a chegada de Mattos e da Crefisa. Rubens frisa, no entanto, que integrantes do departamento médico fizeram parte do processo.

"É legítima e correta. Em determinado momento, o Palmeiras foi ficando para trás por uma série de circunstâncias, em relação à infraestrutura, de concentração e treinamento. Isso foi ganhando corpo. Participamos ativamente da ideia e do conceito e da construção de tudo. Ele foi extremamente importante nessa renovação. Ele dizer que não era custo e era investimento foi muito importante", finalizou.A reportagem procurou Alexandre Mattos para comentar o assunto, mas, por meio de sua assessoria de imprensa, o dirigente disse que não irá se manifestar.

Fonte: Notícias ao Minuto

Sampaio Rebateu   Sampaio   Rubens Sampaio   Disse   Rubens   Uol Esporte   Alexandre Mattos   Mattos   Folhapress   Paulo  

Mais em Esporte

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.