Rondônia
Principal via de ligação das exportações de Rondônia passa por manutenção
A via terá 13,20 metros de largura, sendo três metros de acostamento de cada lado e 7,2 metros de pista de rolamento

Por Dhiony Costa e Silva
Publicado 20/05/2020
A A
Foto: Arquivo DER

O Governo de Rondônia, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), inicia os trabalhos de recuperação e continuidade dos serviços de terraplanagem da Rodovia Expresso Porto, que liga a BR 364 aos portos às margem do rio Madeira.

“A Expresso Porto é uma via importante para o desenvolvimento econômico de Rondônia e a segurança da população, pois retira cerca de 200 carretas do perímetro urbano de Porto Velho todos os dias,” explica o engenheiro e coordenador de ações Urbanística do DER, Heitor Santos Lozada.

O coordenador descreve que as obras de pavimentação iniciaram em outubro, com a execução de um quilômetro de terraplenagem, sendo que 400 metros receberam a aplicação da massa asfáltica em dezembro, desde então os trabalhos não cessaram. “Temos a missão inicial passada ao diretor geral do DER, coronel Erasmo Meireles, uma determinação do governador coronel Marcos Rocha, de fazer 5 quilômetros de pavimentação asfáltica com Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) de alta qualidade,” conta. 

Além disso, o coordenador informou que a via terá 13,20 metros de largura, sendo três metros de acostamento de cada lado e 7,2 metros de pista de rolamento. “A determinação é que seja aplicado nove centímetros de espessura de massa asfáltica, viabilizando uma vida útil maior da via, a qual é umas das responsáveis pela conexão dos grãos produzidos em Rondônia e as exportações pelos portos do Rio Madeira,” retrata Heitor. 

Os cinco quilômetros de asfaltamento trará benefícios à saúde dos pacientes e a redução da manutenção dos equipamentos do Hospital de Amor Amazônia e do Hospital Santa Marcelina, causados pela poeira deixada pelo tráfego na rodovia.

“É importante frisar que, mesmo com a pandemia causada pelo Covid-19, a gente não paralisou a obra. Tivemos alguns desafios climáticos causados pelas chuvas, mas estamos tomando as medidas preventivas necessárias para dar continuidade nos serviços e no início de junho, período seco, iniciarmos o restante da obra, diz Heitor.

Foto: Arquivo DER

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Expresso Porto   Serviços Públicos   Porto Velho   Rio Madeira   Rodovia Expresso   DER   Santos Lozada   Rondônia   Porto   Heitor Santos  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.