Rondônia
Setor empresarial propõe ação conjunta com o governo para combater o Covid-19
Um grupo de empresário composto por representantes das federações da indústria, comércio, transporte, educação e agricultura entregaram ao Governo do Estado uma carta de apoio.

Por Dhiony Costa e Silva
Publicado 21/03/2020
Atualizado 21/03/2020
A A
Fotos: Ésio Mendes

Na manhã de sexta-feira, 20, no auditório Jerônimo Santana, edifício Rio Pacaás Novos, um grupo de empresário composto por representantes das federações da indústria, comércio, transporte, educação e agricultura entregaram ao Governo do Estado, representado no ato pelo secretário chefe da Casa Civil, Junior Gonçalves, carta de apoio e solicitação de ações que colaborem para a manutenção do setor produtivo no Estado de Rondônia.

Para o empresário Adélio Barofaldi, a reunião com o Governo serve para discutir e alinhar a adoção de medidas que buscam preservar as empresas e principalmente os empregos gerados no Estado. “Estamos juntos visando contribuir para minorar os prejuízos causados pelo Covid-19 e, principalmente, objetivando a preservação do maior número possível de empregos existentes, e a manutenção do fluxo de caixa mínimo, para que possamos manter os empregos,” destaca Barofaldi.

As principais reivindicações são sobre o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), substituição tributária e a cerca da Recuperação de Créditos da Fazenda Pública Estadual (Refaz) que concede desconto nas multas e juros para pagamento à vista e parcelado de débitos de ICMS, Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCD) e o alinhamento de ações fiscais estaduais com as federais.

Para o secretário de Estado de Finanças (Sefin) Luís Fernando Pereira da Silva, na economia haverá um impacto, “e precisamos estudar de onde poderemos fazer os ajustes e contingenciamento para a alocação na Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) que é a prioridade. Ao mesmo tempo temos que buscar fazer as medidas anticíclicas para tentar mitigar os efeitos econômicos, por que sabemos que o problema social causado pelo desemprego também tira vidas. Das demandas algumas já estamos trabalhando e outras precisarão de uma discussão maior com outros órgãos da administração pública estadual e federal,” explicou Luís Fernando

O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia (Fecomércio/RO) Raniery Araujo Coelho, evidenciou que a classe empresarial e o Governo precisam dividir essa responsabilidade, “pois este é o momento que todos nós precisamos se unir, prefeituras, estados, empresários e a população para que possamos passar por esta crise e depois começar uma vida nova,” salienta Raniery.

O secretário chefe da Casa Civil, Junior Gonçalves, enfatizou que a determinação do Governador Coronel Marcos Rocha é de dialogar com todos os entes envolvidos para que com responsabilidade juntamente com os órgãos fiscalizadores sejam tomadas as melhores decisões para a população. “É muito importante que todos nós tenhamos a consciência de que a prioridade é a Saúde, o Estado está tentando e buscando todos requisitos e ajuda do governo federal para podermos combater os problemas de saúde. E ai vem as outras cadeias que irão correr paralelo as ações para reduzirmos os impactos negativos na educação, no comércio e no setor produtivo, que virá. O que queremos é que ele seja no mínimo negativo e que reforçamos os efeitos positivos,” enfatizou Junior Gonçalves.

O secretário estadual de Saúde, Fernando Máximo, que participou da reunião, frisou que é importante lembrar para não aglomerar-se. “Evitar batizados, casamentos, festas de formaturas, aniversários, reuniões e churrascos. Quando precisar ir ao supermercado que vá só uma pessoa da família, não pra sair na rua, por favor fiquem em casa,” pediu o secretário.

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Fonte: Assessoria de Imprensa

Reunião   Empresários   Rondônia   Coronavírus   Casa Civil   Luís Fernando   Edifício Rio   Agricultura Entregaram   Estado   Junior Gonçalves   Jerônimo Santana   Rio Pacaás   Edifício Rio  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.