Política
Bolsonaro edita regras que contrariam medidas de governadores sobre circulação interestadual e intermunicipal
Locomoção por meio de rodovias, portos e aeroportos em meio à crise do coronavírus, só pode ocorrer com respaldo da Anvisa

Por O Globo
Publicado 21/03/2020
Atualizado 21/03/2020
A A
Jair Bolsonaro Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo

 Numa reação a medidas adotadas por governadores em meio à crise do novo coronavírus no país, em especial o do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, o presidente Jair Bolsonaro editou na noite desta sexta-feira medidas que garantem ao governo federal a competência sobre circulação interestadual e intermunicipal.

Por meio de um decreto e de uma medida provisória, Bolsonaro definiu o que são serviços públicos e atividades essenciais e determinou uma série de ações com o objetivo impedir que os insumos necessários à população sejam afetados pela paralisação das atividades em todo o país.

A medida provisória prevê que a "restrição excepcional e temporária" da entrada e saída do país e da locomoção interestadual e intermunicipal, por meio de rodovias, portos e aeroportos, só pode ocorrer "conforme recomendação técnica e fundamentada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)".

 

Fonte: O Globo

MEDIDAS   medida provisória   Circulação Interestadual   Bolsonaro Definiu   Jair Bolsonaro   Presidente Jair  

Mais em Política

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.