Polícia
Vídeos comprovam invasões no ramal Soldado da Borracha e mostram equipe do ICMBIO ameaçada

Por rondoniagora
Publicado 08/12/2019
A A
Foto: rondoniagora

Vídeos mostram a extensão do prejuízo ao meio ambiente causado por um grupo de posseiros que se instalou no ramal Soldado da Borracha, em Cujubim, após as incursões do Ministério Público Estadual. Com o fim do controle da chamada Linha do Chaules, estrada privada construída para atender os projetos de manejo do empresário Chaules Volban Pozzebon, dezenas de invasores ocuparam os lotes, derrubaram árvores centenárias, como castanheiras, e iniciaram o plantio de pasto com uso de helicóptero.


Chaules Volban atuou na área até 2016 quando concluiu os manejos obtidos com autorização do Serviço Florestal Brasileiro (SFB). Ele retornou à área para proteger contra invasões, já que é proprietário de vários lotes no local. Um grupo de posseiros foi ao MP e relatou uma história completamente diferente. Como não houve apuração dos fatos, os promotores pediram a prisão do empresário, o que aconteceu no dia 23 de outubro. Neste dia, a Polícia Federal também destruiu uma porteira que servia de controle de acesso a estrada e aos lotes. 
No dia 12 de novembro, vários posseiros aparecem em um vídeo ao fundo com helicóptero pronto para jogar sementes em uma área de 2 mil alqueires para plantio de pasto. O ICMBio foi informado das invasões a terras públicas e encaminhou uma equipe, que foi acuada e agredida pelos invasores. Um segundo vídeo mostra várias pessoas impedindo a saída dos servidores públicos do local. Um terceiro vídeo mostra que após a abertura da porteira, os posseiros desmataram e montaram pequenos barracos para começar as atividades pecuárias.

 

Fonte: rondoniagora

Invasores   Público Estadual   Ministério Público   Volban Pozzebon   Borracha   Cujubim   Estadual   Chaules  

Mais em Polícia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.