Rondônia
Desenvolvimento e integração na faixa de fronteira são temas debatidos em encontro anual dos governos estadual e federal
O Brasil faz fronteira com dez países, 11 estados da federação são fronteiriços numa extensão territorial de 16.886 quilômetros.

Por Léia Castro
Publicado 04/12/2019
Atualizado 04/12/2019
A A
Daniel Garcia

Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira (Neifro) aconteceu na manhã da terça-feira (3), no auditório Jerônimo Santana, 9º andar do Palácio Rio Madeira, em Porto Velho.

O secretário de Assuntos de Defesa e Segurança Nacional, major-brigadeiro Ary Soares Mesquita, esteve no evento representado o governo federal e explanou o tema “Rotas do tráfico de drogas na América do Sul.

O Brasil faz fronteira com dez países, 11 estados da federação são fronteiriços numa extensão territorial de 16.886 quilômetros, o lado marítimo corresponde a 7.367 Km e engloba 17 estados brasileiros. Além de toda essa complexidade, o major-brigadeiro ressaltou as prisões na fronteira aeroportuária.

Segundo dados da Polícia Federal, uma pessoa é presa por dia com drogas em aeroportos do Brasil. “O governo federal tem intensificado o enfrentamento aos crimes de tráfico de drogas, de armas, recuperação de veículos furtados, roubados e o contrabando”.

Outro fato apresentado pelo major-brigadeiro foi a questão do tráfico de pessoas e a exploração sexual.  De acordo com a Organizações das Nações Unidas (ONU), o mundo tem mais de 40 milhões de vítimas da escravidão contemporânea – cerca de 25% das vítimas são mulheres e crianças; sendo as meninas as mais afetadas, representando 99% das vítimas na indústria comercial do sexo.

O secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão e coordenador do Núcleo Estadual para o Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira de Rondônia, Pedro Pimentel, presidiu a reunião e apontou os benefícios de debater propostas eficazes para solucionar problemas recorrentes na faixa de fronteira. “Estamos reunidos com objetivo de propor e coordenar ações que visem o desenvolvimento de iniciativas necessárias à atuação do governo federal na nossa faixa de fronteira que, além de combater à criminalidade, precisamos desenvolver economicamente àquela região fronteiriça para crescimento da nossa população e, assim, contribuir com o crescimento do nosso país”, pontuou.

SEGURANÇA NA FRONTEIRA

A fronteira amazônica da região de Rondônia possui 52 municípios e 1.342 quilômetros de linha divisória com a Bolívia, delimitada totalmente pelos rios Guaporé, Mamoré, Madeira e Abunã. Nos limites da linha de fronteira temos nove municípios, incluindo parte da capital (sete distritos), sendo que na totalidade Rondônia possui 27 municípios localizados na Faixa de Fronteira.

“Rondônia está alinhada com o Programa  Nacional de Proteção Integrada de Fronteira (PPIF)”. Assim começou o discurso do secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, José Hélio Cysneiros Pachá, ao falar da atuação da Sesdec na missão de fortalecer a prevenção, o controle, a fiscalização e a repressão aos delitos transfronteiriços.

“Nós estamos alinhados com essas premissas. Realizamos, no decorrer de 2019, algumas operações na faixa de fronteira. Nas terras indígenas e áreas de preservação do dia 2 de abril a 21 junho, total de 11 operações. Também realizamos, de forma integrada com as Forças Armadas, a Operação Fronteira 1, que foi de 10 à 12 de julho. E desde outubro estamos com a Operação Horus Rondônia, que tem trazido resultado positivo no combate à criminalidade,” finalizou Pachá.

O governo de Rondônia, através da Sesdec, colocou unidades policiais na faixa de fronteira distribuídas da seguinte forma: 41 Unidades da Polícia Militar; 25 Polícia Civil; 6 do Bombeiro Militar e 4 Unidades da Polícia Técnico-Científica do Estado de Rondônia.

 

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Fonte: Assessoria de Imprensa

Fronteira   Porto Velho   Palácio Rio   Rondônia   Governo federal   Segurança  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.