Geral
Em meio a fraudes, PT escolhe presidentes de diretórios municipais
Houve votos a mais, outros não computados e reclamações de falta de transparência na apuração. Resultado parcial aponta reeleição de Gleisi

Por Metrópoles
Publicado 11/09/2019
A A

Com denúncias de fraudes em vários estados, o PT começa a totalizar os votos para a escolha dos novos dirigentes municipais, em todo país, votação realizada no último domingo (08/09/2019). Nesta eleição são escolhidos os dirigentes locais, mas que pertencem a chapas que concorrerão, até novembro, à direção nacional do partido, formadas pelas correntes petistas.

Nesta quarta-feira (11/09/2019), a direção nacional divulgou um boletim parcial apontando 52,9% de votos conquistados por representantes da ala majoritária do partido, que levará a frente a candidatura da deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR) à reeleição.

Gleisi é apoiada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O resultado, no entanto, deverá ser contestado por representantes de outras correntes que estão na disputa que só será resolvida em novembro.

No Espírito Santo, uma divergência entre o número de eleitores e o total de votos apurados na eleição do PT em Cariacica, cidade da região metropolitana de Vitória, adiou o fechamento dos resultados gerais e definitivos da disputa interna do partido.

O deputado federal Helder Salomão, da corrente Articulação de Esquerda, venceu a disputa, mas o resultado só saiu depois de dirimidas as dúvidas sobre 29 votos computados a mais que o total de presentes na votação. De acordo com um petista capixaba, os votos fraudulentos foram descobertos em três urnas do município, comparando a assinatura do diretor da mesa de votação.

Divergência
Já em Belo Horizonte, petistas reclamaram da falta de transparência por parte da Secretaria de Organização em Minas Gerais. Houve também divergência entre o número de votos computados e o total de presentes à votação.

Diante disso, integrantes do PT mineiro recorreram ao Diretório Nacional do partido, pedindo transparência na divulgação do resultado, com a contabilização de votos a cada município e o envio de atas das cidades nas quais a apuração não havia encerrado, além da divulgação da lista de todos os votantes no processo de eleição direta no partido.

Em Salvador, o diretório nacional PT também foi chamado a intervir, ordenando a contabilização dos votos de uma urna que não foi apurada nas eleições para o diretório municipal. A solicitação foi feita em ofício enviado no domingo pela Secretaria Nacional de Organização da sigla à comissão realizadora do pleito.

Julgamento dos recursos
A previsão da direção nacional do partido é de muitos recursos contestando os resultados tenham que ser julgados até o fim do processo de eleição.

No domingo, as eleições petistas se realizaram em quase 5 mil municípios com um total de 350 mil votantes. Em 2017, foram 308 mil votantes. A etapa estadual está marcada para acontecer nos dias 19 e 20 de outubro em todos os estados. No mês seguinte, entre os dias 22, 23 e 24 de novembro, São Paulo, ocorrerá a estava nacional, com a votação de 800 delegados escolhidos nas etapas anteriores.

Para saber quem é quem nas chapas:

Lula Livre: Resistência socialista!
Representantes: Paulo Teixeira, Paulo Pimenta e Camila Moreno.
(antiga Mensagem)

Diálogo e Ação Petista
Representantes: Markus Sokol, Luiz Eduardo Greenhalgh e Misa Boito
(O Trabalho)

Em tempos de guerra, a esperança é vermelha
Representantes: Natália de Sena, Valter Pomar e Patrick Campos Araújo
(AE – Articulação de Esquerda)

Enfrentar o retrocesso, defender a democracia e os direitos do povo
Representantes: Jacy Afonso, Ricardo Berzoini e Letícia Espíndola
(Pessoal do DF tendência Articulação Unidade na Luta, eles faziam parte da CNB nacional nos PED’s passados, de referência no movimento sindical.

Lula Livre – Partido é para todos e todas
Representantes: Romênio Pereira, Marcos Lemos e Saulo Dias
(Tendências: Movimento PT, Tribo e independentes)

Na Luta, ruas e redes #Lulalivre
Representantes: Henrique Donin, Lourival Casula e Ricardo Hott Junior

OPTEI pelo Socialismo – Lula Livre!
Representantes: Silvana Donatti, Sheila Oliveira e Tiago Soares
(EPS)

Lula Livre para mudar o Brasil
Representantes: Gleide Andrade, Francisco Rocha e Mônica Valente
(CNB)

#Lula Livre! Fora Bolsonaro! Governo democrático e popular!
Representantes: Carlos Arabe, Renato Simões e Vilson Oliveira
(Avante e DS)

Confira o que foi apurado até o momento:

Boletim de apuração nacional de 11/09, 13h – parcial com 87,6% dos votos apurados

Total de votantes: 310.909

page1image2724259760

Fonte: Metrópoles

Suspeita de Fraudes   ELEIÇÃO   PT   Diretórios Municipais   Presidentes  

Mais em Geral

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.