Rolim de Moura
Empresário tem o celular clonado em Rolim de Moura
Os estelionatários sempre estão encontrando novos meios de enganar as vítimas.

Por Mário Jensen
Publicado 11/09/2019
A A
Fotos: Rolim Notícias

Em Rolim de Moura (RO), nesta semana um empresário teve o celular clonado e perdeu acesso ao seu aplicativo de mensagens, o WhatsApp.

Estelionatários estão utilizando o aplicativo WhatsApp como principal ferramenta para aplicar um novo golpe na praça, os estelionatários clonam celulares e através das informações do aparelho, utilizam o aplicativo para pedir dinheiro para pessoas próximas aos proprietários. Hoje em dia esse tipo de crime tem acontecido constantemente, diversas pessoas acabam caindo no golpe. 

Diante dessa situação o que nós temos que deixar claro é que as pessoas devem tomar cuidado, sabemos que os instrumentos tecnológicos servem para ajudar, mas também pessoas de má fé utilizam esses instrumentos para cometer ilícito, no caso concreto acontece que a pessoa pode passar por outra pessoa de confiança do vínculo familiar. Para aplicar o golpe, o criminoso entra em contato, através do WhatsApp, com um amigo próximo ou um parente da vítima que teve o celular clonado, perguntando se a pessoa tem acesso ao banco via computador ou celular.

Diante da resposta afirmativa, o golpista pede ao amigo faça uma transferência de urgência, com a promessa de devolver o dinheiro em espécie. Ele passa o número da conta em que o dinheiro deve ser depositado para concretizar o crime. As vítimas acabam acreditando na situação, uma vez que o pedido vem direto do número de telefone da pessoa conhecida, enfatiza o Tenente do 10º Batalhão da Polícia Militar de Rolim de Moura, João Batista. 

O Tenente explica que até mesmo pessoas mais esclarecidas acreditam na fraude, por estarem vendo foto da pessoa e o histórico de conversas anteriores. “Como o criminoso tem acesso aos dados do telefone, incluindo as mensagens trocadas pelo aplicativo, ele tem a noção exata sobre o que as vítimas conversam e como se relacionam. Isso possibilita que ele seja ainda mais convincente na abordagem, para evitar cair no golpe, antes de fazer qualquer transação bancária a pedido de um parente ou amigo, a pessoa entre em contato por telefone ou pessoalmente, com que está fazendo o pedido. Os estelionatários sempre estão encontrando novos meios de enganar as vítimas e por isso, a checagem de informações é fundamental”, finaliza o Tenente João Batista. 

Fotos: Rolim Notícias

Fonte: Rolim Notícias

Golpes   EMPRESÁRIO   Celular   clonado   Rolim de Moura   estelionatários  

Mais em Rolim de Moura

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.